dia 6dia 4

O² Expedição

x0
Saída01/02/2015 09:15hPaso Vergara (AR/CL) - Abrigo de Pedra
Chegada01/02/2015 18:30hLos Queñes (CL) - Camping Três Palos
CustoR$ 40.00Composdu lulis heil
Pedalada54.4 km3h 24'16.0 km/h
ItinerárioDivisa Argentina / Chile - J-55 - Cuesta Vergara - Aduana Chilena - Las Jaulas - J-25 - Los Queñes

Paso Vergara · dia 5

O dia nasce no cume do Vergara e quem está ali, de olho no movimento? A resposta não é o gaúcho e nem o cachorro da primeira foto, mas sim El Planchón (4.034m). Ele domina tanto a quebrada que não raramente o caminho é chamado de "Paso El Planchón".

Descansados, nos dávamos conta de que estávamos no ápice do sonho. Após a célebre sequência de fotos no marco da divisa, seguimos quase flutuando pela charneca Vergara até o início da descida. A paisagem que se descortinou nas horas a seguir pode ser resumida em:

Qualquer lugar para que se olhe tem potencial de emoldurar uma foto top 5 da viagem.

O trecho ocidental do vergara é lindo - e muito mais abrupto. Para se ter ideia, a altitude que ganhamos percorrendo 150km desde Bardas Blancas, perdemos em apenas 20km do lado chileno. Só até a aduana foram 800m morro abaixo.

O editor vê importância em lembrar dos fiscais da aduana chilena, muito atenciosos. O Chile é rigoroso quanto aos produtos de origem animal e vegetal em suas fronteiras. Se você tem comida, não pode dar o famoso migué de assinalar "não" na declaração porque "é só uma barrinha de cereal". Nem que seja só um pacotinho de granola. No nosso caso, ela mesma foi barrada por não atender a rotulagem exigida (mesmo fechada). Tudo bem, ao invés de retê-la, liberaram para consumirmos ali mesmo. Ainda nos fizeram companhia e deram boas dicas do trajeto vindouro.

Horas a fio de descida e a paisagem começa a mudar. Depois de dias à seco, reencontrávamos árvores, sombra e umidade. Acertamos de descer no domingo, dia em que a rota fica lotada de turistas fazendo piquenique às margens do Rio Teno. Foi ali mesmo que fizemos o nosso último acampamento de almoço.

Tarde adentro encaramos os últimos quilômetros do Paso em uma estrada já muito melhor (ainda que de terra). Finalmente, depois de dias sem ver uma vila ou qualquer forma de comércio, chegamos ao Camping Tres Palos, em Los Queñes. Para comemorar o retorno ao sistema mercador, compramos duas tortillas. Matamos ali mesmo, esperando vagar um slot no agitando camping. O sossego, assim como o vergara, já era.

Foto²s

Foto² 289
una dos tres notables visitas por la mañana

Foto² 290
el planchón, mostrando porque às vezes até o paso prefere ser chamado de El Planchón

Foto² 291
pra cá da placa, lê-se e entende-se los hermanos

Foto² 292
pra lá da placa (ou seria o cá, no caso desse ângulo?), los araucanos

Foto² 293
um marco histórico no odois

Foto² 294
de pensar que isso tudo vira gelo de maio a outubro

Foto² 295
preparação para a descida, últimos instantes...

Foto² 296
despedida oficial del planchón

Foto² 297
alguns arroyos já começam a dar as notas do rio de vergara

Foto² 298
testando os freios...

Foto² 299
pequena pausa pro menino conhecer o gelo! primeiro e único contato imediato da expedição

Foto² 300
o contato com a cuesta vergara surpreende tanto que a gente chega a se desprender do corpo

Foto² 301
alguém ainda está com dificuldade de achar material pra aula de geologia?

Foto² 302
última oportunidade! estamos disponibilizando o conteúdo em várias camadas

Foto² 303
tá vendo esse córregozin? rio de vergara, nascido naquela charneca lá no pé del planchón

Foto² 304
toma nota, de cima pra baixo: torre santa elena, morros verdes, cuesta vergara, du

Foto² 305
durma com essa, senhor dos anéis!

Foto² 306
mr aproveitou pra fazer uma caminhada matutina. que matuto, hein?

Foto² 307
deve ser disso que trata o Cyclingthe6, quando fala que o Vergara é seu paso preferido

Foto² 308
solta tudo aí, mr! só pare depois que baixar mais 800m de altitude

Foto² 309
mas fica de olho da sinalização, hein? ao que tudo indica, será o caminho certo por linhas tortas

Foto² 310
fotógrafo, avaliando se deveria mesmo ir direto ou seguir as linhas tortas

Foto² 311
só ir reto não vai funcionar, definitivamente

Foto² 312
freios são sempre bem vindos. vento contra agora nem pensa em aparecer, descida não é com ele

Foto² 313
mrheil, secretamente fazendo merchandising para nike

Foto² 314
carabineros del chile - paso fronterizo vergara. ou aduana chilena.

Foto² 315
algo te diz que a recepção por aqui foi mais amistosa que na aduana de los hermanos, no?

Foto² 316
panorama dos baños termales san pedro, no encontro do rio de vergara com o rio teno

Foto² 317
daqui pra frente, descida oficial da costa do rio teno

Foto² 318
impressão nossa ou essa queda abrupta de altitude está forçando aparição de vegetação?

Foto² 319
só um golpe de vista, continua tudo seco por aqui

Foto² 320
chi-chi-chi le-le-le

Foto² 321
peraí! está esverdeando, sim. se duvidar aparece mais de uma árvore lado a lado

Foto² 322
mira, mais um pouco vai ter a tal da sombra

Foto² 323
sooombra, sombra, ainda não

Foto² 324
calma mr., já vamos achar uma sombra profissional

Foto² 325
uma foto do jabba, em homenagem aos nossos fãns starwarianos

Foto² 326
calma, muita novidade: paisagem verde, estrada de areia não-fofa? ou melhor, de não-areia

Foto² 327
... mrheil lavando a louça? ah, isso ele sempre faz

Foto² 328
uma frondosa sombra, com o almoço a caminho

Foto² 329
chegou!

Foto² 330
gelo? daonde? tá mó verão aqui

Foto² 331
clima de férias, todo mundo se apoiando

Foto² 332
baita clima de férias, edição extendida e sem cortes no rio del infernillo

Foto² 333
esbanjando morros verdes

Foto² 334
falando em esbanjar, lavacar de bica? gourmet vintage moderno?

Foto² 335
não bastasse ser quebrada, ainda ficar sem nome?

Foto² 336
ah rio teno! se tivesse uma bóia, boiacross-o-aria

Foto² 337
mrheil já estava de freio cheio de apertar o freio

Foto² 338
mirador y monumento de cementos bio-bio (verdade!)

Foto² 339
de algum lugar pra trás e acima nós viemos. daqui, finalizamos o Paso Vergara

Foto² 340
cruzando o rio teno. já não estranhávamos tanto a paisagem

Foto² 341
cobertura vegetal, uhu! camping tres palos, aí vamos nós! dormir

Foto² 342
la luna en Los Queñes

· essa expedição não acabou ·

Terminou a viagem por hoje?
Não deixe amanhã de lado: dia 6

Renato
[15/12/2015 21:24h]
Sensacional! Que tal o Mr. Heil de Jacques Cousteau?
o² expedição
[18/12/2015 11:54h]
Valeu, Pedaleirão! Podemos tentar, mas "el bigodón" sempre cairá melhor no estilo velho-oeste do que documentário ;) Abraços!
IRY FRANCISCO SMIDERLE
[16/12/2015 09:47h]
Essas pedaladas não fiscais que são as verdadeiras pedaladas. Com certeza foi um dos melhores passeios que vocês fizeram, apesar de todas as situações desconfortáveis. Acho que valeu a pena. Abraços IRY
o² expedição
[18/12/2015 11:58h]
Bom amigo e incentivador Dom Iry, tens mais do que razão. Desconforto passa, boas lembranças permanecem. Ainda mais hoje em dia, que permanecem até em vídeo - e publicamente! ;) Seguro que Valeu! Obrigado!!! Grande abraço!
Fabrício Souza
[17/12/2015 09:01h]
Excelente pedal em 7 dias uma bela aventura, as fotos ficaram magnificas, Parabéns Odoises!!
o² expedição
[18/12/2015 11:59h]
Valeu, Fsfsfsfs!!! Se bem que, com essa paisagem estonteante, temos que admitir que não foi muito difícil fazer boas fotos ;) Hábraços!
mildao
[17/12/2015 09:49h]
Epetacularrrrrrr!!!!
o² expedição
[18/12/2015 12:01h]
No: Ê-pê-tá-cu-laaaar! hahahahahha, Valeu, Mildão! Hábraços!
Paulo Boing
[17/12/2015 11:38h]
Ai que me refiro...
o² expedição
[18/12/2015 12:03h]
Aqui mesmo? =D
Tio Kiko
[18/12/2015 10:04h]
Fantástico. Maravilhosas fotos,muitas dignas de cartão postal. Estão de parabéns o trio pela coragem e pela dedicação de montar todo este trabalho de fotos e textos (os textos não li ainda, mas prometo que vou ler) ABRAÇOS A EQUIPE E FELIZ NATAL
o² expedição
[18/12/2015 12:12h]
Mr KK! Valeu! Isso que as fotos não captam nem metade da beleza do lugar, pense! Obrigado pela força - que vem desde a época das camisetas da tigre! Kk! Promessa é dívida, vamos aplicar o teste de conhecimento nas festas de fim de ano =D Abraço enorme e ótimo natal por aí também! HO HO HO, como diria o outro bom velhinho. =)
Daniel Brooke Peig
[08/01/2016 21:56h]
As excelentes fotos, relatos e vídeos desta página fizeram as memórias que tinha deste percurso regressarem como se fosse ontem. Meus parabéns.
o² expedição
[18/01/2016 23:56h]
Pô, que massa, Daniel! Nesse caso, esperamos que tenhamos retribuído um pouco da inspiração do roteiro. Obrigado pelas generosas colocações! Grande abraço e obrigado!!! ;)
Rogério Leite
[04/02/2016 09:31h]
Eita! Próximo desafio, CAMINHO DE SANTIAGO... 800 km, com menos asfalto e mais ladeiras... Depois, ROTA DA SEDA, de Veneza a Pequim! kkkk... Grande pedalada odoisianos!
Alexandre Moro
[05/02/2016 14:22h]
Parabéns, linda expedição e edição de vídeo idem!
Adriano
[12/03/2016 19:29h]
Que viagem!! Parabéns ao trio, muito inspirador.
Monica
[21/03/2017 20:27h]
Galera, amei o site ! Estou pensando em fazer a rota no inicio de abril. E possivel fazer sem acampar ? Tem refugios/pousadas/ lugares onde ficar sem acampar? Valeu !
o² expedição
[28/03/2017 14:35h]
Olá, Monica! Boa pedida, é espetacular essa travessia! Mas é pouco provável conseguir fazer sem acampar, o trajeto é bem inóspito. Talvez consiga alguma hospedagem nos extremos dela (Las Loicas, Los Queñes), mas o resto é perrengue mesmo ;) Hábraços!
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2017 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0