dia 4dia 2

O² Expedição

x0
Saída30/01/2015 08:30hPaso Vergara (AR) - Mallines Colgados
Chegada30/01/2015 17:00hPaso Vergara (AR) - Valle Noble
CustoR$ 19.00Composdu lulis heil
Pedalada42.8 km4h 15'10.1 km/h
ItinerárioMallines Colgados - RP226 - Las Tapaderas - Rio Montañes - Risco Negro - Valle Noble

Paso Vergara · dia 3

Mais um dia que concorre ao troféu inóspito. Acordamos na expectativa de um dos maiores desafios da viagem: o arrasta-carga-pela-duna. Pelo menos a noite foi bem agradável (menos pro Lulis, que na expectativa do agradável acabou passando frio). Mr. Heil, sempre muito sincero, amanheceu confessando um pequeno lapso logístico:

- Ô ô ô, rapazes! Achei que tinha esquecido a toalha em Joinville, aí acabei comprando uma toalhinha em Malargüe. Acredita que achei minha toalha e mais uma aqui escondida? Tô com três toalhas!

Para quem estava pesando equipamento, tirando cabo de freio reserva pra reduzir de bagagem, logo vimos que aquela seria a máxima da viagem. Imperdoado, o feito ganhou até canção (e selo) em homenagem. Cantem com a gente!

Três Toalhas (melodia: Pe. Marcelo)

Mr. Heil tem três toalhas / Três toalhas ele tem
Uma é de Joinville / Outra também
E a outraelecomprouemmalargueporqueachouquenãotinhatrazidonenhuma! (very fast)

Três repetições depois, o velhinho saturou e sumiu na frente. Ponto para o exercício motivacional, mais-do-que-necessário para quem estava prestes a dar de cara com as temidas dunas, Las Tapaderas.

E foi tapa pra todo lado. Dois sofridos quilômetros empurrados. Você quer brincar na neve? Que nada, Frozen, você quer brincar na areia! (alguns leitores pais/mães acabam de sorrir) Depois das ditas dunas, voltar à trepedição com média de 9km/h era uma benção.

Dali em diante, nenhuma sombra a vista, nem a prazo. Deu 11h e decidimos: na próxima sombra, paramos. E assim foi, três horas depois encostávamos as bicicletas numa protocaverna com meia-sombra. Sombra essa que já tinha hora pra acabar, estrangulando nosso acampamento de almoço. Sem sombra de dúvida (ou de árvore, ou de rocha grande, ou de qualquer coisa), esse foi o dia assombroso mais não-sombreado da viagem.

Findo o descanso, tínhamos um objetivo: chegar ao puesto DNIT DNV, no Valle Noble. Lá encontraríamos uma garagem compatível com o acantonamento pretendido. Avistá-lo foi uma coisa, chegar lá com vento contra e sol à pino foi outra. Custou longos 5km em 50 minutos. Quase aportando, encontramos uma manada de ciclistas (isso mesmo!) vindo em direção contrária, algo mais inesperado que camping surpresa ou Mr. Heil com três toalhas.

O editor propõem um veto à história dos 10 ciclistas que tinham um corsa no lugar dos alforjes (levando infraestrutura de camping, comida e apoio) e um guia que questionava se faltava muito para (!) Malargüe!!! Haja vista tamanha irresponsabilidade, o editor sugere algo na linha "E o dia terminou bem, sem sombra de vivalma.".

E o dia terminou bem, sem qualquer sombra de vivalma nas redondezas do belo e paradisíaco Valle Noble. Bonito, muito bonito mesmo, o lugar! Espia as foto!

Foto²s

Foto² 142
longa (e diversificada) a fila do eco-penico solar

Foto² 143
ok, pessoal, achei o sol. descongelem e vamos em frente!

Foto² 144
só impressão ou tá todo mundo com seu saco vermelho cheio?

Foto² 145
achei que ia ser pior quando disseram "vai ter que cruzar o rio"!

Foto² 146
los mallines, que son colgados, colgaditos ellos son...

Foto² 147
a essa altura, toda conversa saía no ritmo do hit "as 3 toalhas do mr"

Foto² 148
mais uma vez! mr heil, tem 3 toalhas, 3 toalhas ele teeem...

Foto² 149
uma édjoinvíli, otratambéin...

Foto² 150
- cês vão vê as três toalha, bando de muleque...

Foto² 151
do inglês, body: corpos

Foto² 152
provavelmente tem alguns aqui, sob as fofíssimas dunas

Foto² 153
"las tapaderas", terreno que redefiniu nossos conceitos de afundamento offroad

Foto² 154
pára, pára, pára! eu quéééro ibágens! onde estão os corpos?

Foto² 155
de maneira geral, ficaram pra trás do esperado...

Foto² 156
do espanhol: não seja tapado de tentar passar de bike

Foto² 157
não dá vontade de morder? não? é, pra mim também não

Foto² 158
bora alcançar o mr bigtires. afinal, é ele quem tem as três...

Foto² 159
maizumavêz! misterrêio, tem trêstoalhaa, trêstoalha êeletêêin!

Foto² 160
esse já era o N-ésimo arroyo e eles ainda botavam "Aº" na placa

Foto² 161
quem foi que mandou colocar todas as sombras lá do outro lado do rio grande?

Foto² 162
o panorama das estradas arenosas não parecia que ia dar trégua tão cedo

Foto² 163
puesto casas de cristan. tava mais longe do que parece. tocâmo adiante

Foto² 164
mas pense num "adiante" que não tinha o que adiantar, ia ser devagar, mesmo...

Foto² 165
- me veja uma montanha cor-de-pele. - pele de gente ou de elefante, señor? - os dois

Foto² 166
ê, vila velha! se demorar mais de 10s pra ver a pomba, perdeu

Foto² 167
isso aí. perdeu, tem que empurrar

Foto² 168
panoramas à parte, reinava a pequeneza dos passantes frente aos gigantes

Foto² 169
nesse trecho de pista dupla o pessoal prefere usar mais a mão inglesa, mesmo

Foto² 170
misterrêio pegando água no arroyo el yeso (mas ele pode se molhaaar, sabe porquê?)

Foto² 171
lulis, a ponte. a ponte. aponte essa câmera pra lá que eu to cansado de foto

Foto² 172
uma saída pro puesto dueña ângela - mas tava longe demais pra arriscar uma sombra

Foto² 173
ao fundo, lá no último plano, o nosso objetivo do dia (não o cume!)

Foto² 174
(treêstoalhas ele teeeem) - não adianta, o subconsciente continua cantando

Foto² 175
do espanhol: primeiro os troncos

Foto² 176
olha, pra quem tinha medo de passar sede, o panorama tava até que bom

Foto² 177
mas, ah! los chivos (cabritinhos) finalmente encaram o bode véio do odois!

Foto² 178
com todo o respeito ao mister, cabra macho e toalhudo

Foto² 179
esse imenso bloco rochoso aí é o risco negro

Foto² 180
do espanhol: picão preto

Foto² 181
(já achou que era bobagem, né?!)

Foto² 182
bah, viemos láaá detrás? tipo, da foto 179?

Foto² 183
não importa mais de onde viemos, mas sim, se pra onde vamos vai ter sombra!

Foto² 184
mais uma sombra perfeita... do outro lado do rio. vamos ter que molhar os três? e pra secar?

Foto² 185
ufa, nem precisou cantar. achamos uma baita sombra cavernosa pra siesta do dia

Foto² 186
e era sombra mesmo, não é montagem no photoshop gimp!

Foto² 187
uns candango se escondendo do sol, outros pegando uma cor (várias cores, até)

Foto² 188
- oi?

Foto² 189
panorama visto da nossa alcova temporária

Foto² 190
ó lá, gente, o primeiro veículo do dia! surpresa é o gaúcho ouvindo rádio. mas que rádio?

Foto² 191
- corre que te pillo, cabrón!

Foto² 192
tivemos que lagartodo y salir corriendo

Foto² 193
até porque a sombra já tava acabando, mesmo

Foto² 194
é, ficou lá atrás a sombra que quase já não tinha mais

Foto² 195
o panorama era esse: montanhas pra todos os lados, e dentro da cabeça...

Foto² 196
será que não dá pra pegar essas ditas das três toalhas pra fazer sombra, não?

Foto² 197
finalmente se aproximado do objetivo visto lá na foto 173

Foto² 198
do espanhol: tem uma reta infinita adiante, cuidado com a depressão

Foto² 199
ela mesma: a reta infindável do belo valle noble

Foto² 200
essas montanhas e árvores você viu (viu?) na foto anterior

Foto² 201
enfim, pouso! garagem do puesto DNV que, mesmo isento de vivalma, nos acolheu

Foto² 202
o sol se ia, mas aparentemente teríamos abrigo do vento

Foto² 203
wow! o panorama do tal valle noble vale a denominação, mesmo!

Foto² 204
as sombras avançando rápido sobre as montanhas de cores

Foto² 205
o satélite. observe que não tava pegando o sinal completo ainda

Foto² 206
coisa bonita, sô. como cantava o bom abujamra: "a pedra tem vida, meu nêgo!"

Foto² 207
recolhamo-se-me-nos para escapar do noturno frio andino, señores

· essa expedição não acabou ·

Terminou a viagem por hoje?
Não deixe amanhã de lado: dia 4

Renato
[15/12/2015 21:24h]
Sensacional! Que tal o Mr. Heil de Jacques Cousteau?
o² expedição
[18/12/2015 11:54h]
Valeu, Pedaleirão! Podemos tentar, mas "el bigodón" sempre cairá melhor no estilo velho-oeste do que documentário ;) Abraços!
IRY FRANCISCO SMIDERLE
[16/12/2015 09:47h]
Essas pedaladas não fiscais que são as verdadeiras pedaladas. Com certeza foi um dos melhores passeios que vocês fizeram, apesar de todas as situações desconfortáveis. Acho que valeu a pena. Abraços IRY
o² expedição
[18/12/2015 11:58h]
Bom amigo e incentivador Dom Iry, tens mais do que razão. Desconforto passa, boas lembranças permanecem. Ainda mais hoje em dia, que permanecem até em vídeo - e publicamente! ;) Seguro que Valeu! Obrigado!!! Grande abraço!
Fabrício Souza
[17/12/2015 09:01h]
Excelente pedal em 7 dias uma bela aventura, as fotos ficaram magnificas, Parabéns Odoises!!
o² expedição
[18/12/2015 11:59h]
Valeu, Fsfsfsfs!!! Se bem que, com essa paisagem estonteante, temos que admitir que não foi muito difícil fazer boas fotos ;) Hábraços!
mildao
[17/12/2015 09:49h]
Epetacularrrrrrr!!!!
o² expedição
[18/12/2015 12:01h]
No: Ê-pê-tá-cu-laaaar! hahahahahha, Valeu, Mildão! Hábraços!
Paulo Boing
[17/12/2015 11:38h]
Ai que me refiro...
o² expedição
[18/12/2015 12:03h]
Aqui mesmo? =D
Tio Kiko
[18/12/2015 10:04h]
Fantástico. Maravilhosas fotos,muitas dignas de cartão postal. Estão de parabéns o trio pela coragem e pela dedicação de montar todo este trabalho de fotos e textos (os textos não li ainda, mas prometo que vou ler) ABRAÇOS A EQUIPE E FELIZ NATAL
o² expedição
[18/12/2015 12:12h]
Mr KK! Valeu! Isso que as fotos não captam nem metade da beleza do lugar, pense! Obrigado pela força - que vem desde a época das camisetas da tigre! Kk! Promessa é dívida, vamos aplicar o teste de conhecimento nas festas de fim de ano =D Abraço enorme e ótimo natal por aí também! HO HO HO, como diria o outro bom velhinho. =)
Daniel Brooke Peig
[08/01/2016 21:56h]
As excelentes fotos, relatos e vídeos desta página fizeram as memórias que tinha deste percurso regressarem como se fosse ontem. Meus parabéns.
o² expedição
[18/01/2016 23:56h]
Pô, que massa, Daniel! Nesse caso, esperamos que tenhamos retribuído um pouco da inspiração do roteiro. Obrigado pelas generosas colocações! Grande abraço e obrigado!!! ;)
Rogério Leite
[04/02/2016 09:31h]
Eita! Próximo desafio, CAMINHO DE SANTIAGO... 800 km, com menos asfalto e mais ladeiras... Depois, ROTA DA SEDA, de Veneza a Pequim! kkkk... Grande pedalada odoisianos!
Alexandre Moro
[05/02/2016 14:22h]
Parabéns, linda expedição e edição de vídeo idem!
Adriano
[12/03/2016 19:29h]
Que viagem!! Parabéns ao trio, muito inspirador.
Monica
[21/03/2017 20:27h]
Galera, amei o site ! Estou pensando em fazer a rota no inicio de abril. E possivel fazer sem acampar ? Tem refugios/pousadas/ lugares onde ficar sem acampar? Valeu !
o² expedição
[28/03/2017 14:35h]
Olá, Monica! Boa pedida, é espetacular essa travessia! Mas é pouco provável conseguir fazer sem acampar, o trajeto é bem inóspito. Talvez consiga alguma hospedagem nos extremos dela (Las Loicas, Los Queñes), mas o resto é perrengue mesmo ;) Hábraços!
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2017 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0