dia 1

O² Expedição

Paso Vergara (El Planchón)

Paso é um termo usual para as passagens entre grandes montanhas e cadeias como os Andes. O Paso Vergara cruza a fronteira entre a Argentina e o Chile, a cerca de 400km ao Sul de Mendoza (AR) e 200km de Santiago (CL).

O extremo argentino fica na localidade de Las Loicas (Departamento de Malargüe, Provincia de Mendoza), de onde se pode seguir também para o Paso Pehuenche. O chileno fica no pueblo de Los Queñes, na comuna de Romeral (Provincia de Curicó, Región de Maule). No trajeto de 160km entre estes pontos não há qualquer vila ou comércio, apenas alguns moradores sazonais.

Na parte mais alta, entre as aduanas, o Paso fica fechado de maio a outubro, dadas as severas condições com o acúmulo de neve no caminho. O clima é seco e o trajeto todo de pedra (rípio).

O topo do Paso fica aos pés do complexo vulcânico Planchón (4034m) - Peteroa (4095m), gigantes que podem ser vistos por dezenas de quilômetros. No ápice do traçado há um largo pântano, de onde começam a correr dois rios, um para cada nação: Rio Los Ciegos na Argentina, Rio de Vergara no Chile.

Nos dois lados da cordilheira há paisagens incríveis e inóspitas. Stephen Fabes (Cyclingthe6), cicloturista de carreira, não nos deixa mentir ao ter citado o Vergara como o seu favorito.

Mais informações sobre as condições de passagem podem ser obtidas com a Gendarmeria Nacional (Argentina) ou com o Servicio Nacional de Aduanas (Chile).

x1
Saída28/01/2015 07:15hMalargüe (AR) - Centro
Chegada03/02/2015 17:15hSantiago (CL) - Hostel Forestal
CustoR$ 320.00Composdu lulis heil
Pedalada491.7 km32h 05'15.3 km/h
ItinerárioDia 1: Malargüe (Argentina) - RN40 - Bardas Blancas - RN145
Dia 2: RN145 - Las Loicas - RP226 - Invernada del Viejo - Mallines Colgados
Dia 3: Mallines Colgados - RP226 - Las Tapaderas - Rio Montañes - Risco Negro - Valle Noble
Dia 4: Valle Noble - RP226 - Termas del Azufre - Gendarmeria Nacional - Divisa Argentina / Chile
Dia 5: Divisa Argentina / Chile - J-55 - Cuesta Vergara - Aduana Chilena - Las Jaulas - J-25 - Los Queñes
Dia 6: Los Queñes - J-25 - Autopista del Maipo - San Fernando - Pelequén - Ruta 5 Sur - Av. San Martin - Rancagua
Dia 7: Rancagua - Av. San Martin - Ruta 5 Sur - Autopista del Maipo - Av. Portales - San Bernardo - Av. Jose Miguel Carrera - Av. San Diego - Santiago (Chile)

Paso Vergara

Sonho é uma coisa fácil: só precisa de alguém disposto a sonhar. A parte difícil é fazer dele realidade. Aqui, no odois, estas duas facetas costumam ser alvo do nosso incansável sonhador, Mr. Heil. E justo por culpa e mérito do nosso paladino abigodado que embarcamos numa fria bela cruzada onírica: atravessar a cordilheira dos Andes pedalando!

Capitaneados pelo Mister, embarcamos num sonho isolado e montanhoso entre a Argentina e o Chile. Entre hermanos e araucanos, entre Andes e pedales, dedicamos sete dias a cruzar o inóspito Paso Vergara - "El Planchón".

É... sete dias, concentrado leitor, sete. Vamos lá, foquemos apenas na parte boa. Desde subir na bicicleta e conhecer lugares incríveis, até descer dela e dar-se por satisfeito. Não vamos nos ater aos trâmites e traumas aero-rodoviários, minimização de bagagem, farol quebrado, roda torta, embala-desembala bike, cartão não-tão-internacional, arranca-rabo com motorista de ônibus... Não vamos sequer mencionar, amnésico leitor, pois da parte boa já há muito que contar. Sete dias, sete tá de bom tamanho.

Tá certo que assim você vai perder cenas fortes boas, como aquela do Mister comprando suprimentos de viagem no Vea de Mendoza, com 10% de desconto-pra-melhor-idade. Mas não perca o sono por esses trocados, peixeurbânico leitor, os passos importantes da realização desse sonho estão todos aqui, nus e (alguns) crus.

Paisagens incríveis, montanhas emblemáticas, acampamentos aleatórios, ventos uivantes, empurramentos épicos, solzão escaldante, sombras refrescantes... Bem, sombra não vai ter, não. Nem em sonho. Mas, de resto, a parte boa é pura realidade!

Sonho, levante e roteiro por Heil (adaptado de Daniel Peig), texto e vídeo por Du e Lulis, fotos por todos e todos por um.

Expedição publicada em 15/12/2015

Vídeo²

Arquivo GPX Arquivo KML Mapa Dinâmico
Caro leitor, tenha cautela ao utilizar as georreferências, você é o único responsável pelo uso que faz das informações disponibilizadas pelo odois.org. Saiba mais.
Georreferências

Renato
[15/12/2015 21:24h]
Sensacional! Que tal o Mr. Heil de Jacques Cousteau?
o² expedição
[18/12/2015 11:54h]
Valeu, Pedaleirão! Podemos tentar, mas "el bigodón" sempre cairá melhor no estilo velho-oeste do que documentário ;) Abraços!
IRY FRANCISCO SMIDERLE
[16/12/2015 09:47h]
Essas pedaladas não fiscais que são as verdadeiras pedaladas. Com certeza foi um dos melhores passeios que vocês fizeram, apesar de todas as situações desconfortáveis. Acho que valeu a pena. Abraços IRY
o² expedição
[18/12/2015 11:58h]
Bom amigo e incentivador Dom Iry, tens mais do que razão. Desconforto passa, boas lembranças permanecem. Ainda mais hoje em dia, que permanecem até em vídeo - e publicamente! ;) Seguro que Valeu! Obrigado!!! Grande abraço!
Fabrício Souza
[17/12/2015 09:01h]
Excelente pedal em 7 dias uma bela aventura, as fotos ficaram magnificas, Parabéns Odoises!!
o² expedição
[18/12/2015 11:59h]
Valeu, Fsfsfsfs!!! Se bem que, com essa paisagem estonteante, temos que admitir que não foi muito difícil fazer boas fotos ;) Hábraços!
mildao
[17/12/2015 09:49h]
Epetacularrrrrrr!!!!
o² expedição
[18/12/2015 12:01h]
No: Ê-pê-tá-cu-laaaar! hahahahahha, Valeu, Mildão! Hábraços!
Paulo Boing
[17/12/2015 11:38h]
Ai que me refiro...
o² expedição
[18/12/2015 12:03h]
Aqui mesmo? =D
Tio Kiko
[18/12/2015 10:04h]
Fantástico. Maravilhosas fotos,muitas dignas de cartão postal. Estão de parabéns o trio pela coragem e pela dedicação de montar todo este trabalho de fotos e textos (os textos não li ainda, mas prometo que vou ler) ABRAÇOS A EQUIPE E FELIZ NATAL
o² expedição
[18/12/2015 12:12h]
Mr KK! Valeu! Isso que as fotos não captam nem metade da beleza do lugar, pense! Obrigado pela força - que vem desde a época das camisetas da tigre! Kk! Promessa é dívida, vamos aplicar o teste de conhecimento nas festas de fim de ano =D Abraço enorme e ótimo natal por aí também! HO HO HO, como diria o outro bom velhinho. =)
Daniel Brooke Peig
[08/01/2016 21:56h]
As excelentes fotos, relatos e vídeos desta página fizeram as memórias que tinha deste percurso regressarem como se fosse ontem. Meus parabéns.
o² expedição
[18/01/2016 23:56h]
Pô, que massa, Daniel! Nesse caso, esperamos que tenhamos retribuído um pouco da inspiração do roteiro. Obrigado pelas generosas colocações! Grande abraço e obrigado!!! ;)
Rogério Leite
[04/02/2016 09:31h]
Eita! Próximo desafio, CAMINHO DE SANTIAGO... 800 km, com menos asfalto e mais ladeiras... Depois, ROTA DA SEDA, de Veneza a Pequim! kkkk... Grande pedalada odoisianos!
Alexandre Moro
[05/02/2016 14:22h]
Parabéns, linda expedição e edição de vídeo idem!
Adriano
[12/03/2016 19:29h]
Que viagem!! Parabéns ao trio, muito inspirador.
Monica
[21/03/2017 20:27h]
Galera, amei o site ! Estou pensando em fazer a rota no inicio de abril. E possivel fazer sem acampar ? Tem refugios/pousadas/ lugares onde ficar sem acampar? Valeu !
o² expedição
[28/03/2017 14:35h]
Olá, Monica! Boa pedida, é espetacular essa travessia! Mas é pouco provável conseguir fazer sem acampar, o trajeto é bem inóspito. Talvez consiga alguma hospedagem nos extremos dela (Las Loicas, Los Queñes), mas o resto é perrengue mesmo ;) Hábraços!
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2016 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0