dia 2introdução

O² Expedição

Área de Serviço

Hostel Nativos dos Canyons. (48)3532-0078, 9163-5988, link. R. Olívio Margutt, 146 - Praia Grande - SC.

Camping Poço do Caixão. (48)3536-1099, link. Estrada Geral, s/n, Rocinha - Timbé do Sul - SC.

Coeficiente de Arrasto Autorregenerativo

Coeficiente de Arrasto (CA) representa a soma das forças que atuam de forma contrária à direção do movimento¹ de uma bicicleta, como o atrito com o solo e a resistência dos ares³. Em suma, o CA mensura o quanto o vivente sofre (se arrasta) para se manter pedalando (ou não).

A redução do CA se manifesta na depleção das forças contrárias (como nivelamento de pista e vento favorável). Contudo, estudos recentes demonstram que o CA tende a se auto regenerar, restabelecendo níveis usuais de forma autônoma.

Exemplifiquemos. Um vivente pode calibrar os pneus e perceber a melhora imediata de rendimento (redução do CA). No entanto, após algum tempo de pedalada contínua, a melhora deixa de ser percebida e o indivíduo retorna à condição de arrasto (regeneração do CA).

Em alguns casos a regeneração pode superar os níveis iniciais, caracterizando agregadores como o CAQ (coeficiente de agarro de quatis) e o DED (deixa eu dormir).

(¹) Quando a bicicleta se move, claro.

(²) Isso não é uma nota.

(³) Todos eles.

x0
Saída13/01/2014 15:45hPraia Grande - Centro
Chegada13/01/2014 22:15hTimbé do Sul - Rocinha
CustoR$ 4.67Composdu lulis heil
Pedalada83.0 km4h 30'18.4 km/h
ItinerárioPraia Grande - SC108 - Cachoeira de Fátima - Jacinto Machado - Ermo - SCT285 - Turvo - Timbé do Sul - Rocinha

Aparados e Serra Geral · dia 1

Certamente essa não foi a primeira vez que iniciamos uma viagem pedalando um carro antes das bikes, multimodálico leitor, mas foi a estreia da nossa cara de paisagem na famosa Recepção de Laguna. Conhece? Um espaço democrático de celebração da diversidade dos condutores brasileiros. Todos unidos num só bloco da BR-101 por três horas (com sorte) independente de cor, classe e nacionalidade do carro.

Participando deste (não) movimento, pudemos analisar com muita calma as bicicletas, o planejamento do pedal, as bicicletas, o bigode do Mr. Heil, as bicicletas... Só não passamos mais tempo engarrafando do que pedalando, afobado leitor, porque a noite (ah, a noite!) é uma criança.

Meia tarde havia passado quando finalmente abancamos nossos selins. E, mesmo tarde, partimos numa cruzada de longos 83km de Praia Grande a Timbé do Sul. Com todo esse notório atraso e um céu que prometia mais atraso, não deu outra: no meio do caminho tinha uma serra, no meio da serra um temporal. Meia hora depois, à sombra de alguns pingos, começamos o rafting rumo à Jacinto Machado.

A essa altura do atraso roteiro, nosso gestor de operações coçava o bigode, preocupado com a chegada no camping. Pelas contas, bateríamos à porta do Poço do Caixão depois das 22h. O medo não era pelo nome, mas por incomodar o dono. Do camping, não do caixão.

Telebrás (ou a saga do cartão telefônico)

Pasme, contemporâneo leitor, mas tivemos a arcaica ideia de comprar um cartão telefônico para avisar o Dr. Caixão. Anoiteceu em Ermo enquanto íamos pra lá e pra cá atrás de um pedaço de plástico que nos permitisse usar um orelhão (se o encontrássemos, se ele funcionasse).

Meia hora depois, atormentados pelo descaso com uma tecnologia outrora tão próspera, percebemos que um outro pedaço de plástico e silício poderia, a custo similar, resolver a situação. A tela brilhou, números foram digitados, o verde foi apertado, e em instantes havíamos notificado Sr. Poço do nosso atraso.

Sim, o pressuposto "ligar do celular é muito caro" nos cegou a tal ponto, inacalentável leitor, que ficamos correndo atrás do rabo até desmontá-lo. Caro saiu o tempo que perdemos na tentativa de estabelecer uma comunicação vintage.

Atraso comunicado, camping garantido. Com faróis acessos e pneus calibrados, seguimos até Timbé do Sul. No asfalto, observávamos cientificamente a regeneração do coeficiente de arrasto. O pedal noturno induzido foi encarado sem muita luz e sem maiores surpresas. Não tão organizado quanto um tag night, mas tão proveitoso quanto.

Foto²s

Foto² 1
como é o nome da expedição mesmo, láparados?

Foto² 2
quatro da tarde, não seria hora boa pra procurar um camping ao invés de partir de um?

Foto² 3
du ainda estava no gps procurando alguma coisa

Foto² 4
procurando pedalar mais, isso sim

Foto² 5
parece que a reta vai ser longa

Foto² 6
essa camiseta balançando é sinal de vento?

Foto² 7
e vento que antecede chuva...

Foto² 8
... como diria o outro ...

Foto² 9
... é sinal de temporal

Foto² 10
o céu e a serra não deixam mentir

Foto² 11
e o açude já estava cheio de expectativa

Foto² 12
então, mr, é só subir essa serra que a gente se livra da chuva?

Foto² 13
parece que não era bem esse o ponto

Foto² 14
sabe, mr, sempre tive medo de fazer rafting, mas nem é tão hard assim

Foto² 15
aqui no gps diz que a gente vai fazer um pedal noturno bem legal

· essa expedição não acabou ·

Terminou a viagem por hoje?
Não deixe amanhã de lado: dia 2

Iry Francisco Smiderle
[24/07/2015 07:40h]
Excelente passeio. Belas imagens. O vídeo nos traz mais vida para os momentos que vocês passaram. Acho que só passando pelo local para sentir a emoção das belas paisagens. Dificil traduzir para quem não foi. Abraços e parabéns pela amizade que une vocês.
o² expedição
[26/07/2015 18:19h]
Grande, Dom Iry, obrigado pelas gentis palavras. Tens toda razão, só visitando para entender a beleza do lugar! Grande abraço, bom amigo!
Willian Kestering
[24/07/2015 11:18h]
Realmente vcs fazem os videos com muita qualidade, e palhaçadas. Agradeço ao Mr. Hell por compartilhar isso. Um grande abraço amigos.
o² expedição
[26/07/2015 18:21h]
Obrigado, Willian! Nós que agradecemos - e, de quebra, agradecemos internamente ao Mr. palhaçadas, também! ;) Abraços!!!
Luiz
[24/07/2015 14:50h]
Belas fotos bicho!
tio kiko
[24/07/2015 15:35h]
Parabéns pelas maravilhosas fotos e o video. Lindas, lindas mesmo. Fiquei até emocionado em relembrar nosso passeio por esta maravilha da natureza. Agora me deu uma vontade de voltar.... Abraços ao trio e parabéns. Valeu....
o² expedição
[26/07/2015 18:30h]
Faaala, Seu KK! Obrigado, obrigado mesmo! Que bom que tocou e trouxe boas memórias, essa é a intenção ;) Abraços de um-por-um do trio!!!
Adriano
[02/08/2015 15:17h]
Tesão de pedal piazada. Deve ser um baita local para se conhecer. Acho que o Mr. Heil parece mais com o comissário Gordon do que o Alfred.
o² expedição
[06/08/2015 21:17h]
Grande Mr Roots, certamente. Certamente é um baita local e certamente parece o comissário! Quando vais conciliar uma viagem com essa tôrminha? Abraços!!!
leandro
[07/08/2015 12:49h]
Bela aventura!!!!
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2017 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0