O² Expedição

x1
Saída07/09/2012 08:30hCuritiba - Capão da Imbuia
Chegada07/09/2012 20:10hCuritiba - Capão da Imbuia
CustoR$ 18.00Composdu lulis heil
Pedalada125.0 km7h 10'17.4 km/h
ItinerárioCuritiba - BR277 - Campo Largo - RMs - Est. da Faxina - São Luís do Purunã - BR277 - RMs - Antena - BR277 - Campo Largo - Curitiba

Antena do Purunã

Seria um pedal pra inglês ver, não fosse para o Alemão. Empenhado, Mr. Heil pintou por estas paragens para não deixar o feriado especial passar em branco. Mais um ano de o², o nono (se bem que nono é coisa de italiano), e o chef du tirou um pedal apetitoso da manga (pra quem achava que o duro da fruta era o caroço).

O vilarejo de São Luís do Purunã já foi servido algumas vezes por aqui. Na sugestão de hoje, como entrada (embora secundária) uma leve (embora ácida) aproximação pela estrada da faxina (conhece?). Mas a saciedade dos exigentes apetites aventureiros só veio no limite do cardápio, pendendo na borda da escarpa: a belíssima vista do 1º planalto, abraçando Campo Largo, Curitiba, e ponteando a serra do mar, ao longe. Mais uma vez (cristo!), degustar esse cenário foi o ponto alto (legitimamente) do passeio. Vale a pena saborear cada quilômetro com calma.

Hein? Você quer saber da antena? Sério? É só referência.
Quer mais? Tem as fotos aí em baixo.
Foco na degustação, o palito é cortesia ;)

Texto e fotos por lulis, roteiro amendoado por du com leve aroma urbano de tag.

Expedição publicada em 19/11/2013

Arquivo GPX Arquivo KML Mapa Dinâmico
Caro leitor, tenha cautela ao utilizar as georreferências, você é o único responsável pelo uso que faz das informações disponibilizadas pelo odois.org. Saiba mais.
Georreferências

Foto²s

Foto² 1
pegar estrada no feriado é uma beleza, só que sem o carro

Foto² 2
paradinha obrigatória para alinhar os propósitos

Foto² 3
mentira, era só pra cuidar do protetor do odois

Foto² 4
essa estrada da itambé é paver ou padecer?

Foto² 5
padecer é subir a dita cuja. vai uma faxina aí?

Foto² 6
pra quem pensou em sãodown na foto 3, falávamos é de São Heil

Foto² 7
pelo estado da poeira o pessoal da faxina não tem aparecido muito

Foto² 8
pior de ver: antena no topo do morro ou ciclista na ponta do guidão?

Foto² 9
nessa altura misterêio já tinha limpado os banheiros e a cozinha

Foto² 10
pela sombra da cerca faltavam dez minutos pro meio-dia

Foto² 11
olha a descida! pena que a gente acabou de vir daí...

Foto² 12
empresta a caramanhola pro mr, ele tem sistema auto limpante de bico

Foto² 13
pela sombra da cerca falta um pouco de sombra, mesmo

Foto² 14
parece que por aqui o pessoal da faxina tem deixado musgo a desejar

Foto² 15
pedras, pra quem não percebeu. seis, pra quem não contou.

Foto² 16
riozinho correndo em boa hora pra refrigerar os pés cansados

Foto² 17
o mr demonstra que está ciente do relevo, rr rrrr rrrr..

Foto² 18
desenrolam-se cenas fortes de esporos explícitos

Foto² 19
capela. capelinha para os íntimos

Foto² 20
ah, agora sim! a subida fresca da faxina na mata

Foto² 21
pela sombra (bela sombra!), falta cerca. cerca de um pouco mais de subida

Foto² 22
quem achar um trevo de 4 folhas pode colocar ele na foto

Foto² 23
a faxina é tão fresca coberta que a gente se sente em casa

Foto² 24
chegando pela entrada de serviço tem que pagar subindo até o mirante de são luís do purunã

Foto² 25
bonito, mas é só o que se vê. por isso ainda vamos caçar antenas!

Foto² 26
humn... tá maduro demais e tem muita folha pra ser um trevo.

Foto² 27
fora de cogitação, também. tá mais pra entroncamento do que trevo

Foto² 28
ô, ô, ô onde vão dar essas piadas orientativas, hã? na graça que não.

Foto² 29
cruzamentos à parte, esse é o caminho da antena (como um bom observador observaria)

Foto² 30
reta ligeiramente encurvada à direita, segundo o primeiro veículo

Foto² 31
que trevo que nada, dá uma olhada nessas curvas carnudas! ô, lá na floreira!

Foto² 32
a dita antena (praticamente um farol) e sua vista pra lá de generosa

Foto² 33
chegados na antena, uma kate vaidosa e um du meditativo

Foto² 34
por camelot! essa bike incrustada na rocha não é escalibur?

Foto² 35
sempre venho pegar um pó bom aqui. daí saio doida, sabe? tipo, como se pudesse voar!

Foto² 36
dispensável comentar sobre quem apita nessa turminha

Foto² 37
uma bela tomada da subida da serra do purunã na br-277, com a estrada e o cristo

Foto² 38
pra quem não viu o cristo na foto anterior: chega mais

Foto² 39
não tão sexy como a foto 31, mas dá uma noção da abrupta queda da bruta escarpa

Foto² 40
pedalando no limite, mas sempre na linha!

Foto² 41
muito bem, chega de volteios: já é hora de voltar

Foto² 42
(a legenda se encontra embutida na foto)

Renato
[19/11/2013 06:25h]
Belo pedal, a estrada da Faxina me fascina!
o² expedição
[30/11/2013 10:41h]
Valeu, pedaleirão, belo trocadilho também! ;)
Senador
[20/11/2013 11:42h]
Saudades deste meu público do meu Estado! Em janeiro acho que estou de volta, não aguento mais este eleitorado!
Manu
[25/11/2013 13:30h]
massa esse pedal, lindas fotos e comentários sempre muito criativos.
Adriano
[25/11/2013 23:40h]
Belo pedal. Não conheço essa estrada da faxina, vou fazê-la. À propósito, o seu Heil não trabalhou num humorístico da globo, pois ele parece o "Professor Raimundo" de cabelo cortado, e depois dos pedais do Du ele comenta "e o pedal, ó!" Abraço
o² expedição
[30/11/2013 10:43h]
E ainda completou: Comentário nota dez pro senhor, seu Adrioca! Hábraços!
Alberto Molinari
[03/12/2013 18:49h]
Uhá, vcs encontram cada lugar insólito! Show de bola, digo, de pedal...
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2017 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0