O² Expedição

CicloCrossPost

Veja outros relatos desta mesma expedição:

Pedaleiro Pics

Dois MegaPixel

Ciclobits

Mildão

Thiago Syen

x2
Saída04/03/2012 10:05hCastro - Castrolanda
Chegada04/03/2012 22:40hCuritiba - Capão da Imbuia
CustoR$ 10.00Compos+du lulis thiago christian dyck fabio fabricio gassner luiz mildo renato syen zé
Pedalada137.0 km8h 52'15.5 km/h
ItinerárioCastrolanda - PR340 - RMs - PR090 - Abapã - Bateias - Campo Magro - Curitiba

Cerne Revés

Diz a profecia: ano após ano, há que se repetir o suplício, exaurente e explendoroso em seu próprio cerne (Cerne Fodax, capítulo 2, versículo 3). Centésima expedição oficial do o² (!), a quarta edição do cerne percorreu o roteiro original às avessas (assim como os treze participantes).

Confortavelmente transladados de van à Castrolanda, nossa tarefa era tão simples quanto voltar pra casa. A expectativa era de percorrer o mais tranquilo dos episódios da cérnie. E tudo transcorreu como planejado: destruindo expectativas cernéticamente. No percurso, grupos se formavam naturalmente, fluindo cada um no seu ritmo: a matilha veloz, os cerneirinhos homeopáticos, os mal-passantes que ficaram pela metade. Tudo bem. Ao fim, praticamente todos chegaram pela metade.

Para os sobreviventes (ou quase) do desafio, ao menos dois grandes aprendizados: 1) como aplicar grafiatto na parede pulmonar; 2) como pedalar fora do próprio corpo. Faltava ar, ou melhor, sobrava poeira no ar, como só o cerne em clima seco sabe fazer. Faltava comida, com raras vendas abertas pelo caminho. Nos últimos quilômetros já nos faltavam as forças e a consciência:

Curitiba, Centro, 22h. Breu. Vermelho. Verde. Vermelho. Verde. Vermelho. Dez minutos, nenhum movimento. Nem um. Dois ciclistas sujos, sobre as bikes, no meio da rua, parados em frente ao semáforo. Breu. Desorientação? Preguiça? Viagem astral? Apnéia mental? Dorgas, Manolo? Não. Eram só o pó.

No fim, todo desgaste do Cerne ao contrário foi um revés revelador: mesmo quem o conhecia bem acabou por descobrir uma outra estrada. Ainda assim, a máxima "o cerne é um estado de espírito" epigrafaria com perfeição mais um capítulo do Cerne Fodax. Isso se não fosse desbancada pela bíblica verdade revelada com sintética propriedade no último registro fotográfico do dia:

Tu és pó, e em pó retornarás!

Texto, fotos e comentários pó lulis, roteiro pó du, pó pó todo mundo.

Expedição publicada em 25/07/2013

Arquivo GPX Arquivo KML Mapa Dinâmico
Caro leitor, tenha cautela ao utilizar as georreferências, você é o único responsável pelo uso que faz das informações disponibilizadas pelo odois.org. Saiba mais.
Georreferências

Foto²s

Foto² 1
concentração rolando na van antes do sitdowncomedy do zé

Foto² 2
carregamento de bikes, no fungo, no fungo, dá trabalho mas é brilhante

Foto² 3
humn, esse pedau tá parecendo delicioso!

Foto² 4
todos à postos pra moer!

Foto² 5
cockpit de navegação quixotesco

Foto² 6
adivinha que banco patrocinou o pedal? isso mesmo: nenhum!

Foto² 7
peraí que tá dando interferência aqui no computador de bordo

Foto² 8
a premonição de que chegaríamos só o pó estava ali pra quem quisesse ver

Foto² 9
peraí, deixeu tirar um tijolo que formou aqui no óculos

Foto² 10
qui belezura as núvia tudo impareiadinha brotndo viçosa nos campo do céu

Foto² 11
ôooa, ôooa! luiz, amansa a indomada aí, bixxxo

Foto² 12
alguém viu o thi na foto anterior? só pra saber

Foto² 13
duplicar a estrada, meu rei? melhor tripicália. ou não.

Foto² 14
não é uma cabeça sem placa ali sobre a placa sem cabeça?

Foto² 15
só a placa já falaria por si só. se tivesse cabeça, claro

Foto² 16
um clássico de muito tempo atrás (ô, bota tempo nisso!)

Foto² 17
não clicou no link do comentário da foto anterior? clica!

Foto² 18
tudo muito colorido até aqui

Foto² 19
pedaleiro em: o santo sudário (e como sudara!)

Foto² 20
a única coisa relevante desse site (internet, sobre a foto)

Foto² 21
o vento não sei, mas aqui a poeira faz a curva

Foto² 22
nessa altura qualquer bica dágua era uma benção

Foto² 23
ponto, digo, ponte de encontro antes de começar a subir

Foto² 24
pneu furado na sombra dos outros é refresco

Foto² 25
mai subiro, subiro, tostaro e sofrêro esses piá

Foto² 26
pau pra toda obra

Foto² 27
reunião do conselho pra definir a estratégia de avanço

Foto² 28
thi: eu me garanto até a santa. ah, já passou, é?

Foto² 29
syen: teletransportar pra casa! teletransportar pra casa!

Foto² 30
bixxo: eu sugiro engrossar o roteiro e publicar numa revista

Foto² 31
zé: problema é de vocês que tão com ela frouxa, a minha é fixa

Foto² 32
lyra: esse tráfego vai ser bloqueado no próximo acesso

Foto² 33
fábio: já que você tocou nisso, salame?

Foto² 34
mildão: ui, a dó go

Foto² 35
du (balão de pensamento): ih, tem coisa bem pior por vir!

Foto² 36
pedaleiro e fsfs (trollface): manda um táxi aqui pra rodovia do cerne!

Foto² 37
laranja! a cerca. e nem é de ferrugem, e de poeira, mesmo

Foto² 38
pense num cara lesado. multiplique. esse cara passou a gente 12km atrás

Foto² 39
último checkpoint. agora cada um que corra conforme seu alvará!

Foto² 40
oi! alguém aí? tinha uma bike embaixo de mim até agora pouco!

Foto² 41
o sol continua indo, a poeira vindo

Foto² 42
botecos acontecem. pouco, mas acontecem

Foto² 43
bateias, ahh, bateias! quanto apanhamos até aqui!

Foto² 44
reunião involuntária de câmara (murcha)

Foto² 45
profético! melhor impóssivel

Luiz
[25/07/2013 08:55h]
Tesão piá. Agora, esse poeirão é melhor que chuva! E quanto ao timing da publicação, vocês estão mais devagar que os periódicos na área de computação que levam 1 ano pra publicar os artigos :)
o² expedição
[25/07/2013 20:39h]
Como par você sai ganhando! Bem sabes que o último que publica tem que citar todos os resultados anteriores, isso o inclui! Os índices de produtividade estão de olho nas tuas citações!
mildao
[25/07/2013 10:09h]
Opa, nesse fui convidado de "prima". Bundica e Pedaleiro abriram o bico. Pedalzinho sujo, nível médio mas sempre divertido, :D
o² expedição
[25/07/2013 20:41h]
Tá limpo sujeira! Na próxima você será convidado de primo!
Anjo Lenne
[25/07/2013 12:47h]
Parabéns! Lindo trabalho, uma descrição e um registro que nos permite viajar com vocês por todos estes caminhos que esta aventura busca alcançar. Parabéns pelas imagens maravilhosas! Abraço amigos! E muito Obrigado !
marcos antonio zaninelli
[27/07/2013 18:59h]
Estou com çaudades de ver o ADRIANO pedalando de xinelos de "dedos" com vocês. Podem convida-lo pois dei para ele um par de tênis.
o² expedição
[03/08/2013 11:08h]
A.D.R.I.A.N.O. is almost there. Coming soon, in havaianas tapes off style.
Waldson
[28/07/2013 00:34h]
Que belo e empoeirado pedal! Parabéns! E o restaurante da tia, estava fechado para almoço? Grande abraço!
o² expedição
[03/08/2013 11:03h]
É, a tia guarda domingos e feriados santos - o Antigão certamente lembra dessa época =) O consolo é que serve marmita pra cicloturista desesperado! Hábraços e parabéns pelo coração novo!
Adriano
[29/07/2013 21:56h]
Mais um dos clássicos pedais do odois. Tá ficando tão tradicional quanto Roberto Carlos no final de ano. Ô Marcos, tá sumidão cara! "Çaudades" d'ocê também. Fazer o Cerne de "xinelos" seria covardia. Com essa turma aí me deixariam literalmente "no chinelo". Abraço a todos!
Renato
[16/08/2013 14:30h]
Prefiro esquecer. Esse, para mim, não conta!
o² expedição
[08/09/2013 19:53h]
Meio que conta meio, vai.
Elton Xamã
[25/08/2013 19:21h]
Hola, Achei que por aí tinha mais poeira. Aqui tem mais que isso no asfalto mesmo kkkkk Abraços pantaneiros! Elton Xamã
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2016 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0