O² Expedição

CicloCrossPost

Veja outros relatos desta mesma expedição:

Ciclobits

Cicloturista Urbano

Transpirando.com

Daguvasco

Bruto Nildo

Blog Do Borato

Dois MegaPixel

x3
Saída14/05/2011 06:40hCuritiba - Capão da Imbuia
Chegada14/05/2011 19:05hCuritiba - Capão da Imbuia
CustoR$ 3.00Compos+du lulis christian daniel fabio leandro luiz mildo piu rogério stulzer
Pedalada130.0 km8h 36'15.1 km/h
ItinerárioCuritiba - PR092 - RMs - Itaperuçu - RMs - Represa Santa Cruz - Tacaniça dos Costa - Freguesia dos Laras - RMs - PR090 - Campo Magro - Curitiba

Cerne Itaperuçu

Mais uma edição do famigerado Cerne Fodax, praticamente um clássico do ciclocuritibanorooturismo (vai, soletra!). Muitas desculpas e algumas ausências depois (que venha a redenção em 2012), onze cavaleiros toparam (topo-a-topo) essa parada em movimento.

Além de cumprir todos os requisitos necessários para fazer jus ao apêndice fodax, a edição 2011 inaugurou uma nova filosofia cada-cerne-por-si: roteiro previamente distribuído, era esperado que o grupo dos apressados se distanciasse dos apreciadores. Como todo plano que se preza tem suas oscilações (e se sobe e desce no plano), nada (nem ninguém) adiantou muito: o medo de se perder nos caminhos tão minuciosamente e ardilosamente traçados pelo Du acabou unindo a turma mais do que nunca (cada um no seu banquinho).

O trajeto, assim como o clima, era instável: paradas e porteiras, vias daqui e desvias dali. O caminho levava todos a uma única conclusão: navegar não é preciso, é impreciso e nada fácil!

GPS diz (e repete): Recalculando rota...

Na verdade, "nada fácil" parece ser o mantra definitivo do cerne, com suas subidas e descidas intermináveis. Até porque, por mais duro que seja, todos parecem gostar de repetir e repetir... E, convenhamos, nada mais justo do que um mantra forte como este para uma estrada tão elevada, afinal...

...o cerne não é uma estrada, é um estado de espírito! (Du, 2010)

Texto e fotos sacados por Lulis, roteiro trollado por Du, pedal por onze homens e um roteiro!

Expedição publicada em 15/01/2012

Arquivo GPX Arquivo KML Mapa Dinâmico
Caro leitor, tenha cautela ao utilizar as georreferências, você é o único responsável pelo uso que faz das informações disponibilizadas pelo odois.org. Saiba mais.
Georreferências

Foto²s

Foto² 1
frio e chuva, todo mundo bem vestido (ou não tão bem vestido)

Foto² 2
e segue o desfile na torcida pra não chover mais

Foto² 3
trilho molhado e mal atravessado, imagina se não escorrega...

Foto² 4
agora sim, isso que é terreno de cicloturista!

Foto² 5
o pior que essa é a foto bonita, mildo, as outras foram censuradas...

Foto² 6
a trupe na parada do lanchinho - peraí, mildo, esse é você?

Foto² 7
trajeto ardiloso, ninguém perdia ninguém de vista

Foto² 8
e nem a vista se perdia de vista

Foto² 9
só pra reforçar o plano, no plano fica todo mundo junto

Foto² 10
desvio, subida, sem exceção, o pedal é em bando!

Foto² 11
bem, parece que descida é exceção - cadê todo mundo?

Foto² 12
ao menos uma alma pedalada

Foto² 13
mas descida é isso aí, solte-se quem puder!

Foto² 14
uma paisagem liricamente retratada

Foto² 15
pô, verdade, bixxxo?

Foto² 16
dagugu pensativo com o piu ao fundo

Foto² 17
mildão, vergonhoso esse remendo, hein?

Foto² 18
o fabio com a orelheira fazendo as vezes de cabelo

Foto² 19
segundo o rogério, a história se conta nos reflexos dos óculos de todos (recapitule e diga que não!)

Foto² 20
tutu, confirmando no sorriso a história em quadrinhos na lente (dos óculos, não da câmera)

Foto² 21
o tag tinha que estragar a sequência por falta de reflexo

Foto² 22
o du, com o capacete do tag (ou vice-versa)

Foto² 23
o piu, quietinho (par de piadas prontas, complete você mesmo!)

Foto² 24
ô, ô, ô lulis, escondendo a orelha também, é?

Foto² 25
e cerca dali, cerca de lá, tudo na mais bovina paz

Foto² 26
um por todos, e todos por um!

Foto² 27
essa é pra fixar a imagem da beira da represa, reserve...

Foto² 28
caminho falso, quase todo mundo caiu no conto do atalho seguro

Foto² 29
girando sobre os próprios calcanhares e... voltando!

Foto² 30
sente o ânimo de ter que voltar subindo... sempre sorrindo, mildão!

Foto² 31
parada pra reagrupar o grupo! mentira, era pra descansar mesmo

Foto² 32
êÊê mundão véio sem portêra!

Foto² 33
pra dar uma idéia do caminho, cerca de perto e não tão cerca também

Foto² 34
pra baixo, bixxxo, é cada um por si!

Foto² 35
não viu o caminho na foto 33? e agora? tá lá, tracejadinho!

Foto² 36
daqui pra baixo é só descida (ciclista, mesmo, não se vê...)

Foto² 37
panorama da descida - agora, se um mildo incomoda muita gente, imagina isso???

Foto² 38
tacaniça dos costa - agora, pergunte o que é e porque alguém batiza um lugar de tacaniça...

Foto² 39
um abraço pra rapaziada quase desinibida do bikeclube tacanicense!

Foto² 40
sabe essa parte do telhado logo acima da cabeça do du? não é a tacaniça, mas quase

Foto² 41
pode seguir pedalando, ainda tem muito chão até o cerne...

Foto² 42
pois, se for o caso, pode seguir empurrando também!

Foto² 43
mais uma parada pra agrupar e fazer a água circular!

Foto² 44
o verde empolga, mas o motivo de alegria aqui é um pouquinho de azul dando as caras!

Foto² 45
não dá pra negar que foi um percurso de altos e baixos...

Foto² 46
destaque para a rapidez do lyra

Foto² 47
quantos cicloturistas são necessários para tirar uma foto?

Foto² 48
lembra da represa da foto 27? então, não é essa (mas todo mundo gostou e tirou foto)

Foto² 49
mas não é praticamente um caminho de conto de fadas?

Foto² 50
essa é pra sentir a paisagem de mais um caminho que tem volta!

Foto² 51
piu, olha o passarinho!

Foto² 52
aonde vai essa gente toda?

Foto² 53
a pergunta é aonde não vai essa gente, né, bixxxo?

Foto² 54
mais uma pegadinha: pega a bike e começa a voltar por-donde-veio...

Foto² 55
esse sim parece ser um atalho... sem volta, esperemos!

Foto² 56
olhando bem, até que a tacaniça não estava tão mal

Foto² 57
de volta a estrada - mas sem voltar, isso que importa!

Foto² 58
tá descendo? cabe mais um?

Foto² 59
bom, se a freguesia é dos laras, o negócio é respeitar (ou não?)

Foto² 60
agora sim, um bando de descapacetados!

Foto² 61
certeza que essa foto saiu transpirando por algum lugar!

Foto² 62
para o alto, e avante!

Foto² 63
bem alto, diga-se de passagem (passagem cara essa, diga-se da passagem)

Foto² 64
só pra verde perto

Foto² 65
pra sanar qualquer dúvida de que o caminho subia, e muito!

Foto² 66
configuração monoalfórgica, é? pra ver como quase foi uma viagem...

Foto² 67
depois de passar o rio sabe o que vem, né?

Foto² 68
pois não teve quem não sacou a língua da boca nessa subidinha de respeito!

Foto² 69
sacanagem não falar do landau novo do bixxxo, né? dia de estréia!

Foto² 70
tudo que sobe chega no alto

Foto² 71
ou cerca disso

Foto² 72
agora você entende porque ninguém desgrudava do grupo!

Foto² 73
descendo rápido, sem dúvida! wow!

Foto² 74
o roteirista diz: problem?

Foto² 75
setentaecinco fotos depois... o cerne!

Foto² 76
aparentemente o pessoal continua fazendo a curva aqui: tá cada vez maior!

Foto² 77
mas demorou tanto chegar no cerne que deu tempo de juntar pó!

Foto² 78
de que adianta eu ser tão fofo se eu não consigo farejar o sentido vida?

Foto² 79
parada para secar engradados de refrigerante!

Foto² 80
de que adianta eu ser tão fofo... ou não, ou não.

Foto² 81
respeita a fila, faz favor!

Foto² 82
humn, dúvida cruel... sentar ou não sentar? quem senta aí?

Foto² 83
alvo para uma próxima expedição encontrado! (outro cerne, quem sabe?)

Foto² 84
cerne de vez em quando é bom, sim, não deixa esfriar, não!

daguvasco
[14/01/2012 22:17h]
Show de bola esse pedal. As fotos então nem se fala. Aguardando os próximos... Se cuidem Aquele
Rodrigo Stulzer
[17/01/2012 16:13h]
O Cerne é o clássico dos clássicos. Sonho de vinte anos!
o² expedição
[17/01/2012 18:20h]
Em alguns anos teremos algo assim "Expedição Boêmios: Cerne 8".
Luiz
[17/01/2012 22:35h]
Fico imaginando qual será a parte do Cerne que fará parte do Cerne IV
o² expedição
[19/01/2012 14:19h]
Fica imaginando e vai anotando, afinal, tem muito o que sugerir para completar as próximas edições até a aposentadoria coletiva do evento.
Adriano
[21/01/2012 15:08h]
A foto 83 é o morro Javacaim (esse é o nome que conheço quando perguntei para um nativo da região quando fiz um bate-volta no dito morro). Legal esse pedal "fodax", infelizmente não pude atender a convocação.
o² expedição
[24/01/2012 20:10h]
Grande Adriano, dando nome aos bois (e aos morros) desde o antigo testamento do odois! Obrigado! Mas chega de desculpas e lamentações: vamos pedalar! :)
mildão
[23/01/2012 23:42h]
Didi ama Mildao. Shouw de imagens, roteiro mais um super pedal. Mooooove
o² expedição
[24/01/2012 20:04h]
Ok, ok, obrigado pela consideração, mas pedimos aos fãs fervorosos que tentem conter esse tipo de manifestações de amor exacerbado (mesmo que de auto-amor)... :)
alex
[18/06/2015 16:22h]
ôpa, blz??? conheço aquele morro da foto 83, subi várias vezes, a estrada de acesso é bem legal, na base tem uma chácara onde dá p deixar as bikes, vale a "queda"
o² expedição
[06/07/2015 15:02h]
Fala, Alex! Sabe dizer qual o nome do morro? Valeu pela dica! Hábraços!!!
alex
[10/07/2015 15:14h]
sei sim, é o morro do gambá, que pertence a serra Endoenças, da qual fazem parte também os 3 irmãos (aquele da esquerda quando está na estrada do cerne, logo após bateias, sentido castro), o Palha e o Punk (apelidado por mim)que está dentro da propriedade de meu pai
o² expedição
[24/07/2015 00:48h]
Valeu pelas dicas, Alex! Quando passarmos por lá damos o crédito do Punk pra ti ;) Hábraços!
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2016 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0