O² Expedição

Parque dos Tropeiros

Com área de aproximadamente 174 mil m² em plena CIC, o parque implantado em 1994 rende uma homenagem à cultura gauchesco-tropeira, disponibilizando estrutura apropriada para realização de rodeios e apresentação de danças típicas. Possui churrasqueiras, cancha de rodeios, cancha esportiva, estacionamento, salão de danças, auditórios para apresentações e manifestações folclóricas e sanitários. Funciona aos finais de semana e feriados, das 8h as 19h.

Acesso: R. Maria Lúcia Locher de Athayde, 10000. Cidade Industrial, Curitiba.

Fonte: Prefeitura de Curitiba.

Parques Caiuá e Diadema

Com áreas de 46 mil e 112 mil m², respectivamente, ambos os parques foram implantados em 1994 com o objetivo de recuperar um fundo de vale anteriormente usado como depósito de lixo. Em formato linear, os parques contam com equipamentos esportivos e de recreação, servindo como espaço de lazer para os moradores da região, principalmente os residentes nos conjuntos habitacionais homônimos, Caiuá e Diadema.

Acesso: Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira (Contorno Sul), s/n, Cidade Industrial, Curitiba.

Fonte: Prefeitura de Curitiba.

x0
Saída05/12/2010 09:00hCuritiba - Capão da Imbuia
Chegada05/12/2010 12:30hCuritiba - Capão da Imbuia
CustoR$ 2.00Composdu lulis thiago arce
Pedalada37.5 km2h 25'15.5 km/h
ItinerárioCapão da Imbuia - Seminário - Campo Comprido - Caiuá - CIC - Fazendinha - Capão da Imbuia

Tropeiros e Caiuá

O passeio começou com uma atitude de bravura: o Arce, eterno detentor do prêmio Sed Cosa, ganhou uma aposta com Mr. Heil ao conseguir, depois (ou antes) de muito tempo, chegar no horário (ou antes).

Em mais uma expedição característica do PRS (Plano de Reintegração Social, previamente taquarado por aqui), novamente buscamos um roteiro curto curitibo-urbanóide, traçado tipicamente atípico dada a natural tendência metropolitanianista do grupo. Assim, partindo do princípio (e sem atrasos), levantamos uma questão pertinente, verdejante leitor:

Quantas vezes você já foi correr, passear ou fazer um piquenique nos parques Caiuá, Diadema ou Tropeiros?

Se você se enquadra na imensa maioria que respondeu "nenhuma", "nunca", "hã?" ou "...", responsivo leitor, é provável que também esteja pensando que:

Parque Diadema fica em algum lugar próximo de São Paulo;
Parque dos Tropeiros deve ser tipo um Barigui, só que de Castro ou Ponta Grossa;
Parque Caiuá deve ser uma pracinha do lado do terminal de um bairro bem longe da sua casa.

Se você se identificou com uma ou mais destas afirmações, assertivo leitor, é sinal de que pouco conhece os parques de Curitiba (mas talvez nem tenha lá aqueeele interesse em conhecer, não é?). Motivados por esta poucoconhecência, saímos para desbravar os limites de todos estes três semi-anônimos parques (principalmente porque são bem próximos entre si).

O Parque dos Tropeiros deixa a impressão de que ser uma bela proposta, com boa estrutura (lembra a ideia do Parque Anibal Khury), mas deixa a desejar pela falta de manutenção e policiamento adequados. Os outros dois parques, menos equipados, foram vistos en passant em função das chuvas (e dos manos) que se aproximavam. Se você estiver afim de dar uma voltinha, pegar umas subidinhas, fazer uma trilhazinha e depois dar uma corridinha, é um ótimo roteiro.

Pontualidade por Arce, fotos por Lulis, roteiro e texto por Du.

Expedição publicada em 09/03/2011

Arquivo GPX Arquivo KML Mapa Dinâmico
Caro leitor, tenha cautela ao utilizar as georreferências, você é o único responsável pelo uso que faz das informações disponibilizadas pelo odois.org. Saiba mais.
Georreferências

Foto²s

Foto² 1
prova de superação, arce presente antes mesmo do horário

Foto² 2
sofrendo na cidade? pelo jeito o du ainda não está cemporcento...

Foto² 3
grande portal de acesso dos fundos dos tropeiros

Foto² 4
o pessoal do anibal khury deve ter dado uma esporada, digo, espiada por aqui

Foto² 5
passagem no pseudo mata-burro vertical, só que com os cavalos

Foto² 6
não dá pra negar que a obra foi grande - agora, emplacar é outro papo

Foto² 7
mudou de parque num piscar de olhos, esse é o diadema

Foto² 8
mas pisca rápido, porque já está acabando, olha o fim da linha aí

Foto² 9
esse é o parque caiuá, e assim acabam os atrativos do passeio

Foto² 10
ah não, ainda tem mais caiuá: o pessoal correndo no parque

Foto² 11
correndo da chuva, com direto a adiantamento de piada da próxima expedição

Foto² 12
quanto a coca-cola tá pagando para aparecer assim? mais que o papai noel, certeza

Renato
[09/03/2011 15:17h]
Claro que o Arce chegou cedo! Isso são horas de sair para pedalar?
o² expedição
[10/03/2011 21:51h]
Ah, Pedaleirão, olha a quilometragem! Esse era passeio café-com-leite - e com uma colher de chá para ninguém atrasarce =)
mildão
[09/03/2011 15:26h]
Coca cola? Cadê o Gasosão?
o² expedição
[10/03/2011 21:52h]
Pedal urbano, Mildão, fica difícil conseguir refrigerantes com alto teor de urânio...
Luiz
[09/03/2011 15:28h]
Nunca tinha ouvido falar desses parques. E pelas fotos e uma espiada no GE, acho que vou ficar sem conhecer :)
daguvasco
[09/03/2011 17:09h]
Desses 3 ja conhecia o tropeiro. Fui uma troca de cordel da capoeira do lucas, bem legal, mas não da pra ficar dopo das 15 - rs. Ta quase atualizado de pedal né auhsduashdausdhaus Falta pouco pra entrar em 2011 aduhaduahsua aquele
Heil
[09/03/2011 20:46h]
Arce: acabaram-se as apostas de pontualidade. A semente já foi plantada.
Fabrício Souza
[09/03/2011 21:14h]
O Parque dos Tropeiros, foi uma tentativa de prestar uma homenagem aos gaúchos de plantão na cidade e promover alguns rodeios, mas ficou na tentativa. Agora na tentativa ficou o patrocinio do Gaúcho da Fronteira, a Coca-Cola levou tudo :)
o² expedição
[10/03/2011 21:58h]
Bah, que pataço! O gaúcho véio bem que tentou, mas acabou passando mais desapercebido que carrapato em virilha de búfalo selvagem, tchê!
Johele
[12/03/2011 00:07h]
Visitei a muitos anos o Tropeiros. Os outros nunca tinha ouvido falar. Ve-se pelas fotos (quantidade, e empolgação nos textos) o quão bom foi o passeio. ¬¬ Vlw pessoal do o², vcs já supriram minha curiosidade pelos parques. rs
Michael
[16/08/2011 16:53h]
Nossa... coragem hein... daqui uns dias entro aqui, vai ter pedal Osternack, ZOO, parque iguaçu
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2017 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0