O² Expedição

Campina do Taquaral

Bairro da área urbana de São José dos Pinhais (não tão urbana quanto a prefeitura denomina), situado na região sudoeste do município. Há muitos pesque-pague e pesque-em-beira-de-estrada.

Colônia Zacarias

Fundada em 1878, às margens do Rio Miringuava, foi colonizada por imigrantes poloneses siberianos. Integra o município de São José dos Pinhais em sua porção nordeste, fazendo divisa com o bairro curitibano Ganchinho.

Fonte: Kanashiro, 2006.

x0
Saída02/11/2010 08:30hCuritiba - Capão da Imbuia
Chegada02/11/2010 12:35hCuritiba - Jardim das Américas
CustoR$ 3.00Composdu lulis thiago
Pedalada54.9 km3h 22'16.3 km/h
ItinerárioCuritiba - Umbará - Ganchinho - São José dos Pinhais - Cachoeira de São José - Campina do Taquaral - Colônia Zacarias - Patronato Santo Antônio - São José dos Pinhais - Boqueirão - Curitiba

Taquaral e Zacarias

Depois de um período pós-operatório de pirar (e depilar) o cabeção, prazo em que o o² sofreu praticamente uma intervenção cirúrgica geral no sistema, pensamos num Plano de Reintegração Social (PRS) para o desalentado (e desleitado) du. Tudo foi preparado por profissionais (preparados) para que a preparação estivesse condizente com um processo holístico preparatório de análise e retroalimentação da evolução sistemática do quadro clínico patológico pós-temor-na-patinha-esquerda (e aí, preparado?).

Juntando o PRS à alegação aleatória de que existem caminhos interessantes próximos ao centro da cidade (por vezes ignorados pela tendência metropolianista (conhece a poliana?)), premisse-o-u-se curtir gradualmente tudo que coubesse em 40km (depois 50km, depois 60km, e assim se vai) pra ver ser a pata (du – quéin?) aguentaria. O problema é que o PRS foi desenvolvido pelo setor de projetos (departamento que não costuma ir muito bem nas contas de distância) e o passeio à "Estrada do Ganchinho", de 40km, acabou virando isso que você, zacaríssimo leitor, está vendo na aba do seu navegador (não, não aquela que diz "Gmail", a outra que diz "o² alguma coisa").

Começando pela nem-tão-famosa-e-nem-tão-bela Estrada do Ganchinho, seguimos pelo bairro Ganchinho (ah vá?) e acabamos ciclando em São José por um verdadeiro "Cenário Pós Guerra", conforme bem denominado pelo thiago.

Nota bélica: Carros recém queimados, muito lixo, resto de casas, enfim, resto de restos. E um rio também.

Após este ganchinho, objetivo principal do passeio, a situação atípica ficou mais pacífica. Apesar de um tanto quanto tobateados, os componentes avançaram por estradas rurais atingindo as duas colônias, Taquaral e Zacarias, em uma região bem-menos-pós-guerra. Borbulhável e empacotável foi matar a saudade de tomar um bom refrigerante bem vagabundo em pleno sol a pino e, claro, bolachear. A propósito, pata aprovada no primeiro test-drive: o PRS foi um sucesso, agora é aguardar novos testes!

Roteiro e texto por Du, fotos por Lulis, ausência por Arce, cenário pós-guerra por margens do rio iguaçu.

Expedição publicada em 20/01/2011

Arquivo GPX Arquivo KML Mapa Dinâmico
Caro leitor, tenha cautela ao utilizar as georreferências, você é o único responsável pelo uso que faz das informações disponibilizadas pelo odois.org. Saiba mais.
Georreferências

Foto²s

Foto² 1
recém-inaugurada ciclovia da linha verde, ótimo pavimento

Foto² 2
o pavimento é tão bom que até parece que o thi foi de speed

Foto² 3
se bem que uma speed pra essa expedição ia ser coisa de florzinha

Foto² 4
diríamos que esse é um exemplo do período pré-pós-guerra

Foto² 5
ah! estrada do ganchinho, tão objetivada pela objetiva lente

Foto² 6
pular cerca pra comer é pleonasmo

Foto² 7
foi o que deu pra registrar do meio do pós-guerra

Foto² 8
até porque queriámos preservar a integridade física e moral da máquina

Foto² 9
das máquinas, tanto as bicicletas, quanto a fotográfica

Foto² 10
dá pra jurar que é uma speed, o arce já aprontou dessas

Foto² 11
e daí, como está o teste do 0 a 20km/h com a patinha nova?

Foto² 12
ó dúvida cruel, será que é compatível?

Foto² 13
pode até ser, mas a mountain bike tem tudo pra alcançar

Foto² 14
é praticamente uma manifestação natural de adamastor pitaco

Foto² 15
ok, o thiago ganhou, mas não é uma speed, tem suspensão!

Foto² 16
sabe como é né, muito tempo parado, medo de doer...

Foto² 17
du, fala aí pro thiago não ficar esquentando a cabeça com as piadas

Foto² 18
mais bucólico e interessante que o cenário de fotos atrás

Foto² 19
o panorama da colônia tem até a sua própria região dos lagos

Foto² 20
essa blusa que você tá levando no bagageiro é pro frio mesmo?

Foto² 21
um biólogo diria que nós não sabemos o que é

Foto² 22
mas cini não é refrigerante vagabundo, é de marca, é chique!

Foto² 23
estrada de terra triplicada e com ciclovia demarcada

Foto² 24
na festa na comunidade do zacarias o didi que posou pra foto

Foto² 25
paralelepipedo por aqui nem mountain biker aguenta, né thi?

Foto² 26
uma revolucionária avenida auto pista pós-bley zorning

Foto² 27
a foto mais interiorana e bucólica vai para: duas quadras da casa do thiago

daguvasco
[21/01/2011 08:16h]
Caraca... Nesse vcs estavam inspirando, li com o aurelio do lado pra entender o contexto auhduasdhaudha. Que bom que voltou du e companhia. Agora é agendar outros pedais e simbora... Aquele
Heil
[21/01/2011 10:57h]
Caros: Fiquei impressionado com a foto 22.Além dos tradicionais refrigerante que só o O² importa e a bolacha, temos coisas novas:Thiago, como um novo modelito de cabelo, estilo pingente de trem bala e o Mr.Lulis que colocou uma fechadura no cérebro(será para não entrar besteira?)
Fabrício
[21/01/2011 11:36h]
"processo holístico preparatório de análise e retroalimentação da evolução sistemática do quadro clínico patológico pós-temor-na-patinha-esquerda" WTF?? - Pelo jeito a incisão operatório do Du mexeu com o grupo.
Renato
[21/01/2011 12:30h]
Nem vou me estender muito por que o parco português que domino não me permite tergiversar sobre o pedal.
Luiz
[21/01/2011 14:43h]
Sei não, mas o redator estava sobre efeitos de "TÓCHICOS"... E o próximo pedal?
Rogério Leite
[21/01/2011 16:30h]
Passeio de "pé-quebrado" este viu! Bem "borôcochô". Parece até que vcs foram verificar os pés de erva lá em S.J.dos Pinhais! KKKKK... tem tóchico demais nestes comentários! KKKK
Johele
[25/01/2011 01:12h]
Tá. sério. Pensei que fosse um speed no começo, mas depois que reparei (ou melhor, li) que tinha amortecedor. Q bike o thiago tem e oq ue ele fez?
o² expedição
[25/01/2011 09:18h]
Sério: é uma bicicleta para cicloturismo em asfalto que possui aro 700. Neste passeio estava com pneu 700x23 e câmbio com marcha interna, mas pode ser usar pneus até 700x35 que permitiriam um fora de estrada leve. Já temos há algum tempo fabricantes nacionais que com bicicletas nestas medidas de aro.
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2017 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0