O² Expedição

Pq. Anibal Khury

O Parque Ambiental Anibal Khury foi inaugurado em 2008 com o objetivo de oferecer mais uma alternativa de lazer para a população de Curitiba e Região Metropolitana. Ele pertence ao governo do Paraná, contando com uma área de 220 hectares, antigamente ocupada por um grande haras particular. Ainda hoje conserva algumas características da propriedade, tendo sido adaptado para também servir como campo de treinamento para a Polícia Montada do Paraná. É sobretudo um parque de lazer, com bons espaços para descanso, contemplação, caminhadas, passeios de bicicleta, churrascos, etc.

Acesso: O parque fica em Almirante Tamandaré, cerca de 10km do bairro São Lourenço em Curitiba. São dois os acessos principais a partir de Curitiba: seguindo a continuação da Av. Anita Garibaldi no bairro Barreirinha, sempre pela via principal, ou pela Rod. dos Minérios, entrando à direita logo após a área de motéis.

Fonte: Ecoparaná.

CicloCrossPost

Veja outros relatos desta mesma expedição:

Cicloturista Urbano

Daguvasco

Ciclobits

x1
Saída06/06/2010 08:30hCuritiba - Capão da Imbuia
Chegada06/06/2010 15:00hCuritiba - Capão da Imbuia
CustoR$ 4.00Compos+du lulis arce adailton ketlin marcos fabio fabio leandro leandro christian daniel pedro tui
Pedalada55.5 km3h 28'16.0 km/h
ItinerárioCuritiba - RMs - Alm. Tamandaré - Trilhas - Pq. Anibal Khury - RMs - PR092 - Curitiba

Parque Anibal Khury

Um convite semi-preguiçoso, em regime semi-aberto, para um pedal com o claro objetivo de cutucar a semi-reclusão dos últimos meses até arrancar casquinha. Sim, sim, pedalar, porque pedalar é preciso até quando é preciso evitar pedalar (confusas terapias de vidas passadas na bike, mas que surtem (não, não surtemos!) bons resultados).

Com muito mais gente (e menos cavalo) do que o esperado, o pedal tropeçou logo no começo em alguns problemas mecânicos (alguns só deslizaram, outros caíram mesmo!). Tanto que acabou passando da hora e houve quem voltou (não sem razão) antes do fim. O roteiro surpresa (mesmo que planejado) subiu forte e desceu macio, vital e animador como o sol que resolveu dar as caras depois de tanto tempo sumido.

Trilhas fechadas e molhadas, percorridas e prometidas, algumas perdidas e outras achadas ao largo do Parque Anibal Khury e arredores. O Parque? Surpreendeu. Ótima opção para brincar de pedalar (mesmo que de cavalo), com bons ares, belas miradas e vastas áreas verdes (mesmo quando verde é a água) a pouca distância da semi-verde metropuritana (mas não muito) Curitiba.

Passeio revigorante, curto e bem curtido, com direito a retirar um belo cascão no final ;)

Roteiro e orientação por Du, participação por muita gente, resto por Lulis.

Expedição publicada em 18/06/2010

Arquivo GPX Arquivo KML Mapa Dinâmico
Caro leitor, tenha cautela ao utilizar as georreferências, você é o único responsável pelo uso que faz das informações disponibilizadas pelo odois.org. Saiba mais.
Georreferências

Foto²s

Foto² 1
cicloturistas em bando, dispostos (e bem) a aproveitar o panorama menos frio

Foto² 2
quórum de 14 bikes, totalizando 14 além das expectativas

Foto² 3
paradas mecânicas à parte, voltamos a sombrar o asfalto

Foto² 4
não sei bem o que quer dizer, mas é uma bike. on a stick!

Foto² 5
ainda tem mais um pouco de asfalto, só que sem o asfalto

Foto² 6
essa é para kombinar com o ferro velho

Foto² 7
agora sim, deixando o asfalto para trás (e para baixo!)

Foto² 8
olha que beleza o engarrafamento de caramanholas na trilha

Foto² 9
ô, minerim! empurrandin o brinquedin, sô? pneu lisim, uai!

Foto² 10
é tanto tempo chovendo que o pessoal até esquece como se pedala

Foto² 11
dá uma olhada na categoria da recapagem do pneu

Foto² 12
quem não escorregou nesse trecho foi porque caiu sem escorregar mesmo

Foto² 13
olha lá no meio do capim! já sei, já sei, é um cavalo!

Foto² 14
a galera ao lado (fim da fila!) depois da trilhagem cavalar

Foto² 15
dr. pedro botica testando a montaria na sua bicicleta herbário

Foto² 16
não te preocupam esses comentários equestres, só que sem o cavalo?

Foto² 17
se você não viu cavalo ainda, não fique preocupado...

Foto² 18
...porque aqui tem 60 fotos pra você tentar encontrar um cavalo!

Foto² 19
não adianta encenar montaria, o assunto é cavalo sem rodas!

Foto² 20
é, o mirante. tamandaré!

Foto² 21
ao menos dá pra mirar bastante verde daqui do alto

Foto² 22
o du, posando com seu novo bagageiro inglês

Foto² 23
fiéis bikers em procissão: às vezes é preciso descer para subir

Foto² 24
olha que bela recompensa! háras? e cavalos, há?

Foto² 25
um bom panorama do que é o deck que contorna o lago

Foto² 26
lá vão os bikers romeiros, já tem muvuca outra vez!

Foto² 27
ah, reuniãozinha para trocar algumas idéias e um pneu

Foto² 28
dr. pedro e sua exclusiva luva touch-ready da tec-toy

Foto² 29
e aí, já viu o cavalo? estamos quase na metade das fotos...

Foto² 30
é, parece que vai demorar. não, não o cavalo, o remendo!

Foto² 31
se encontrar o cavalo nesta foto você consegue lamber o cotovelo

Foto² 32
não, não o do cavalo, tô falando do seu cotovelo!

Foto² 33
não, não o cotovelo do fábio nem do lyra, to falando do leitor!

Foto² 34
não, não tem nada a ver com leitor de cotovelos! ah, esqueça, vai

Foto² 35
até porque cotovelo de cavalo é joelho. só que com o cavalo.

Foto² 36
falando nisso, gente, vocês viram um cavalo por aí?

Foto² 37
não? tui, não viu cavalo, não? e o seu cotovelo?

Foto² 38
não perguntei se viu o cotovelo (do cavalo?), perguntei se lambeu!

Foto² 39
quase flagra! tava tentando lamber seu cotovelo, né ketlin?

Foto² 40
dr pedro, é verdade que menos de 1% das pessoas conseguem lamber seu cotovelo?

Foto² 41
tag depois de trocar mais um pneu (fosse o mildo tinha trocado por uma figurinha)

Foto² 42
o arce se perdeu tanto que virou um cotovelo (ou dois) e deu meia volta

Foto² 43
o arce virou um cotovelo, sim, mas ninguém lambe que ele é comprometido!

Foto² 44
tudo bem, chega de cotovelos, vamos ao que interessa. algum cavalo?

Foto² 45
sério, gente! tá bem escondido, mas tem cavalo nesse passeio!

Foto² 46
buscando as trilhas já fora do parque com uns poucos destemidos

Foto² 47
mais uma da série "fui, virei um cotovelo e voltei!". ok, ok, chega

Foto² 48
mas que a gente foi até aquela casinha branca e voltou é verdade!

Foto² 49
um belo panorama de ao mirante, natural, só que sem o cavalo

Foto² 50
difícil mesmo é achar esse menino aí na foto anterior (duas vezes!)

Foto² 51
um bom observador vê o parque donde viemos, do outro lado da rodovia

Foto² 52
infelizmente não tínhamos nenhum bom observador naquela hora

Foto² 53
hora de ir embora, mesmo que não pareça ter por onde!

Foto² 54
até crop circles você acha, mas cavalo não tem jeito, né?

Foto² 55
queira ou não queira, até o sorvete tem gosto de copa nessa época

Foto² 56
essa cara de interrogação vem da pergunta da vez: cadê o cavalo?

Foto² 57
aliás, você já achou o cavalo leitor?

Foto² 58
não, não! a pergunta era se já tinha achado o cavalo, leitor!

Foto² 59
olha o arce, que virou cotovelo várias vezes, como tá sério

Foto² 60
e você, não ficou tentado a lamber o cotovelo? O seu próprio, mesmo?

Iry
[19/06/2010 07:12h]
Desta vez parece ter sido um passeio mais cansativo, entretanto mais emocionante. A companhia feminina fez com que todos se mostrassem (quero ser mais forte, afinal tem mulher olhando). Abraços a todos e que venham mais pedaladas e pedalandas.
mildo
[19/06/2010 12:10h]
e a pata do cavalo ? tava boa? :D
o² expedição
[21/06/2010 21:04h]
que cavalo? que pata? =) coices a parte, parece que não será necessário sacrificar o roteirista (embora muitos tenham solicitado, depois de tantos cavalos e cotovelos)
Alcione
[21/06/2010 08:57h]
Minino muleke! Não achei o cavalo e não consigo acha o meu cotovelo pq sou muito gorda :S hahahahaha, assim q arruma a minha bike vo me convida pra ir com vcs ^^ bjunda
Rogério Leite
[21/06/2010 10:21h]
HEHEHE... foto 22 realça o passeio "DO CAVALO E COTOVELO". Só fiquei pensando na temperatura que deve estar boa para pedal mesmo! Céu azulizissímo por ai, deve estar geladimmm!
DanielGhiraldi
[21/06/2010 15:31h]
Asduahdsuadhaud Esse pedal foi show, e o mildo tem toda a razao: vcs sao os didizão dos pedais asudhausdhasudah aquele
Waldson
[22/06/2010 13:31h]
Trilhas? Hum... ainda prefiro trilhos. Ô trem bão! Mas, cuidado, não pare em cima da ponte! Nem para olhar o cavalo! Abraços!
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2017 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0