dia 3dia 1

O² Expedição

Área de Serviço

Hotel Laranjeiras. Gildo Stival (41)3662-1212. R. Marechal Floriano Peixoto, 213 - Cerro Azul - PR.

x1
Saída14/02/2010 09:20hRio Branco do Sul - Açungui
Chegada14/02/2010 18:50hCerro Azul - Centro
CustoR$ 26.00Composdu lulis thiago arce
Pedalada60.7 km4h 18'14.1 km/h
ItinerárioAçungui - RMs - Vila Jacaré - São Sebastião - Vila Bombas - Cerro Azul

Açungui e Ribeira · dia 2

Oito-e-meia da manhã, neblina, algum pouco movimento: preparativos iniciais do café-da-manhã-do-o² (praticamente uma merenda, em se sendo no pátio). Thiago ainda meio-que-dormia quando ouviu algumas palavras entrecortadas: "... sobe ... sebas ... serrinha ..." Sebas? Bom, seja lá o que for, é hora de levantar: serrinha é coisa séria!

Despedimo-se-me-nos do Zezinho (figuraça) e saímos do Açungui margeando o rio de mesmo nome até a localidade de Jacaré - muito conhecida por, por... por ser a localidade Jacaré. Paramos no primeiro bar (1bar) onde conhecemos o Pai do Lori, senhor que nos contou pacatamente a história das cobras de 4m de altura e cabeça de 40cm que andavam comendo vacas às margens do rio (ah, cobrinha safada).

Carnaval de Bar-em-Bar: Pode parecer decepcionante, pierrônico leitor, mas realmente passamos o carnaval bebendo de bar em bar, filosofando com os devotos do álcool sobre vida, sinuca e futebol. Tudo bem que nosso mote maior era a fuga do sol incinerante, assim como nosso líquido precioso era Laranjinha da Serra (ou refrisemelhantes). Era o jeito, uma vez que o clima é muito quente e úmido no Vale da Ribeira, ainda mais no verão, ainda mais com subida, ainda mais de bicicleta (e ainda mais um pouco).

Estrada afora, chegamos ao 2bar, realmente animado: uma competição em alto e bom som entre um CD sertanejo, um filme passando na TV, um pessoal jogando sinuca, uma criança chorando e o² conversando. Tudo isso no espaço de dois quartos, ou seja, praticamente um meio - ou melhor, o único meio de parar na sombra antes de encarar a "Serrinha de São Sebastião" (não era apenas sonho do thiago).

Lávamo-nós serrinha acima (nem tanto, conseguimos fugir da chuva). O 3bar estava mais calmo, sem eletrônicos ligados (a luz tinha acabado). A chuva passou enquanto bebíamos (gasosa de abacaxi) e comíamos (empanado de frango e linguiça frita) segundo a dieta típica da região.

Depois de muita serra e muito morro, iniciamos o trecho que segue o Rio Ribeira, rumo a Cerro Azul (descendo, felizmente). A situação não estava diferente do Açungui: água barrenta e sinais de destruição por todo lado. Não pudemos sequer identificar a prainha em que ficamos em outra viagem.

Nota de receptividade: A população de Cerro Azul é realmente muito acolhedora. Mal avistávamos sinais de urbanização quando uma senhora nos cumprimentou, calorosamente, da janela de uma grande casa rosada: Delíííícia! Em seguida algumas meninas saíram à varanda acenando com efusão, mostrando tanto sua receptividade quanto suas vergonhas. Percebemos que lá teríamos pouso garantido, mas seguimos adiante dada a sábia frase do presidente da comissão de ética do o² (o du): coooooorrrre que é roubaaaaada!!!

Paramos no primeiro Hotel da cidade: preço e localização razoáveis, o único receio era a baderna do carnaval. O thiago e o arce seguiram alguns quilômetros em busca de uma pousada mais retirada (a do baiano). Nesse meio tempo fomos abordados pelos pessoal que opera o rafting no Rio Ribeira (Praia Secreta Expedições). Demos ótimas risadas com esse povo tão metido em aventuras quanto nós e, de quebra, ganhamos uma dica preciosa sobre a escolha do pouso: hoje (carnaval!), na pousada (do baiano!), ninguém dorme!

Com os 2% de energia restantes, saimos para "dar uma olhada" no carnaval de Cerro Azul. Foi o suficiente pra entender (relembrar?) o porque de estarmos viajando pelo interior, fugindo do carnaval. Logo fugimos desse também. Ou você achou que que nós iríamos dormir na pousada do baiano? Ê, nóis!

Foto²s

Foto² 61
hora da merenda, todo mundo em fila!

Foto² 62
o morro alto que não se vê na foto é o cemitério local

Foto² 63
disque o pessoal tem que morrer com saúde pra poder chegar lá no alto

Foto² 64
enquanto isso, a gente some pra baaaaaixoooo

Foto² 65
quer um panorama de onde o rio faz a curva?

Foto² 66
na ponte do jacaré nada de encostas

Foto² 67
força, piazada, que ainda temos muito bar pela frente!

Foto² 68
você consegue ver um dom quixote desenhado no bigode no céu?

Foto² 69
olha, se não fosse plágio, batizaria a região de morretes

Foto² 70
já sei, já sei! é um cavalo!

Foto² 71
gente, por favor, apenas um donivan por vez!

Foto² 72
um pouco de sombra, ah, já tá na hora de descansar e comer

Foto² 73
olha que bonitinho! como você chama, baconzitos, é?

Foto² 74
hei, vem cá, eu tava só brincando! porcaria...

Foto² 75
leitoadas à parte, olha só quem tava virando toucinho

Foto² 76
bah, toca um night fever aí!

Foto² 77
o artesbarnato local não fez nossa cabeça

Foto² 78
todos digam "suei"! inclusive o iluminathi lá do fundo

Foto² 79
tá vendo a subida? - tô? - sujou! - também sujei!

Foto² 80
vamos, gente! se não for por vocês, seja por são sebastião!

Foto² 81
encontre o cicloturista e esconda sob o ponteiro do mouse!

Foto² 82
bah, o cume é uma conquista realmente relevante, ahn?

Foto² 83
cara de nojo por quê? não achou graça, foi?

Foto² 84
pois saiba que tem gente que achou, né thi?

Foto² 85
cena da abdução do homem-árvore, primeiro teste

Foto² 86
o thi, demonstrando que uma estrada pode ser uma quase trilha

Foto² 87
e o arce, mostrando como se deve socar a bota na descida

Foto² 88
falando em descida, dá uma olhada nisso!!!

Foto² 89
ahá, gostou, né? pra baixo, então, brodinho!

Foto² 90
descida alucinada, não deu tempo de produzir fotos acerca dela

Foto² 91
alucinada era a galera que encontramos na ponte (mas eles logo saltaram fora)

Foto² 92
errando a pista feio! qual era a conta dos bares, mesmo?

Foto² 93
thi, não é por nada, mas não olhe pra trás agora

Foto² 94
ô ô ô ô du, não vai participar da coreografia, é?

Foto² 95
mais um bar, dá azia só de pensar (e ainda precisamos comer)

Foto² 96
ah, esse era o famoso bar do há lemão!

Foto² 97
o que sobrou do almoço radioativo

Foto² 98
putz, chuva lá fora é um pé no saco aqui dentro

Foto² 99
eu quero saber o que faz uma banqueta quase do teu tamanho lá atrás!

Foto² 100
mãe, cubro os tijolos com que lona? - com todas, minha filha!

Foto² 101
sacanagem foi deixar a ceci (pormaisque azul) na chuva, né?

Foto² 102
foto de bons fluídos para ver se o tempo bon sai

Foto² 103
rato, o porco ali de cima era mais cachorro que você!

Foto² 104
aqui dá pra ver que ainda tinha umas montanhas em construção

Foto² 105
vambora, thi, quebrou o carro alegórico da mata atlântica, deixa para trás

Foto² 106
verde, verde, verde, verde. bacana. e mais um pouco de verde

Foto² 107
a essa altura a chuva já tinha nos deixado em paz

Foto² 108
arce, deixa de fazer manha, come uma goiabinha, vai

Foto² 109
a prefeitura e a pomba (isso dá no máximo uma minissérie do sbt)

Foto² 110
comida e filosofia dialética para o jantar

Foto² 111
cicloturista colorido em faixas acaba o dia babando na sala

· essa expedição não acabou ·

Terminou a viagem por hoje?
Não deixe amanhã de lado: dia 3

Rodrigo Stulzer
[18/02/2010 08:47h]
Muito legal, e pertinho de Curitiba. Gostei!
Heil
[18/02/2010 09:36h]
Gostei dos moros e mais moros.Considerações:1-legal ver o quarteto reunido novamente.2-Com câmera nova,foto do Lulis só qdo.ele dorme no sofá.3-Vcs.precisam se controlar.Esta vida de bar em bar é perigosa.4-O Dú esqueceu a fantasia(muito pesada?),mas as plumas nem pensar!!!
o² expedição
[20/02/2010 17:45h]
Vamos lá: 1) é; 2) é; 3) idem ao 2; 4) é, e mais: é o sr. mesmo! Mr. Heil fez falta, mas a gente dissimulou e o simulou! =)
Vina
[18/02/2010 11:04h]
Passei mtos por essas bandas..., por vezes mais de uma vez por dia. De bike parece ser mais interessante!! Show piazada!
o² expedição
[20/02/2010 17:42h]
De bike sempre o é, caríssimo conselheiroo! Citamos suas passagens por lá, durante a nossa =)
Alcione
[18/02/2010 11:10h]
O minino! Q q é isso? "Paramos no primeiro bar" E não me chamaram? Minino muleke, me pega de jeito!
marlon netto
[18/02/2010 15:01h]
Fantástico (sem o zeca camargo). Parabéns
Tio kiko
[18/02/2010 21:23h]
Comentario??? Sem comentarios. Que carnaval maravilhoso. PARABENS.
o² expedição
[20/02/2010 17:48h]
Ah, um comentário que diz sem comentários mereceria ser comentado sem comentá-lo... Valeu, Seu Kiko!!! Vale?
Paty
[20/02/2010 22:50h]
e quem disse que só tem poeira no vale do ribeira? lá só falta ladeira! Eeee rimou! que doidera!
Renato
[01/03/2010 09:40h]
Quero ver o filme. Ainda em edição? Belo carnaval este de vocês!
o² expedição
[01/03/2010 10:20h]
Ops. Qual filme? Se for o do carnaval, dessa vez não fizemos vídeo...! Se for "a maior produção de 2010", está parado no conselho de ética!
Rogério Leite
[08/03/2010 19:08h]
hehehe... carnaval ciclo-etílico tb foi minha opção anti-galista[fugindo do Galo da Madrugada]! A rota de vcs parecia arrastada pelas águas enquanto vcs se arrastavam por outras "águas"... aventura legal! Preciso desenrrolar algo assim quando a temperatura daqui permitir!
o² expedição
[09/03/2010 12:54h]
Quase isso.... Sabe qual foi a "água" mais "etílica" que rolou? Leite, foi Gasosa! =)
Rogério Leite
[09/03/2010 13:05h]
hehheihhihiiheheheh... E eu que só tomo chá verde, água mineral e muito raramente, um guaraná! Mas confesso que pensei que de n-1bar a n-bar a trilha era mais que ciclogasosica! :)) eheheheheh...
Nelson
[25/03/2010 14:35h]
Fotos fantásticas... Um dia meto a minha bicicleta no avião e vou aí fazer uns trilhos com vocês. :) Um abraço lusitano.
o² expedição
[15/04/2010 21:04h]
Ó gajo: considere-se convidado e devidamente hospedado, o pá!
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2016 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0