dia 3dia 1

O² Expedição

Área de Serviço:

Camping Florestal. Sr. Zé (47)9144-8687. R. Konrad Keuencke, 38 - Vila Nova - Blumenau - SC. (próx. Vila Germânica).

x1
Saída20/07/2008 10:00hCorupá - Casa de amigos
Chegada20/07/2008 22:00hBlumenau - Camping Florestal
CustoR$ 10.00Composdu lulis thiago arce
Pedalada124.8 km8h 03'15.5 km/h
ItinerárioCorupá - BR280 - Jaraguá do Sul - SC416 - Pomerode - RMs - SC418 - RMs - Indaial - BR470 - Blumenau

Vale Europeu · dia 2

Ah, Corupá! Uma bela cidadezinha ("um pélo citátessinha") do interior. Domingo de manhã, seminário, cachoeiras - e motos! Encontramos pela manhã um “pequeno” grupo de motoqueiros, bem em frente a casa onde repousávamos, que como nós gostam de viajar em grupos. Após uns 15 min de apreciação (leia-se "espera"), o Arce conseguiu atravessar a rua para encontrar uma solícita bicicletaria que abrisse suas portas para vender um substituto para o cabo de marcha que arrebentara noite passada.

Sorte à parte, partimos sentido Pomerode. Petalanto o picicrêtínia (força no alemón que focê entente), passamos por uma grande serrínia para encontrar os primeiros ¼ de alemães que encontraríamos na viagem. Segundo o Contracenso Demográfico de 2008, 80% de todas a cidades catarinenses são alemãs.

Entrando no circuito ao 2º dia já nos surpreendemos. Primeiro pelas lindas paisagens, estradas e rios - e segundo pelo roteiro. Não demorou muito para descobrir que os roteiros do vale europeu não fazem uso do caminho mais fácil entre duas cidades. É, para chegar em Indaial tivemos que dar muitos rodeios (pormaisque Rodeio só chegue amanhã), mesmo que as nossas lembranças tenham ficado mais adiante, em Dr. Pedrinho... (refogue a piada e reserve para o 4º dia).

Chegamos em Indaial à noite, com aquela sensação pueril de banco-de-trás: “Pai, estamos chegando?”. Mal sabíamos do engarrafamento que pegaríamos até chegar em Blumenau... Ah, sim, sorte novamente: estamos de bike. Seguindo pela estrada até Blumenau passamos alguns sustos devido ao grande movimento e pouca iluminação (e pouco acostamento também), mas isso tudo não foi nada se comparado à nossa chegada em...

Nota notável: Cabe mencionar aqui, caro leitor, o motivo pelo qual estendemos nossa viagem até Blumenau (do inglês, Homemazulagora). Realizamos esta "esticadinha" para não perder a piada de contar que hospedamos o o² (estas pessoas que tanto aprecias, amigo leitor) na cidade que hospeda o o² (este site que aprecias ainda mais, leitor amigo). Mal sabíamos que as piadas (e os o²ses) iriam mais longe (literalmente)...

...em Blumenau. Ao chegar deveríamos entrar em contato com a Grace (do inglês, "C" cinza), a dona da caixinha (polvilhe a piada e reserve por um instante), que já havia reservado um camping para nós.

Nota fora da caixinha: Ao pensar sobre o site que agora reside em sua barra de endereços, hipertêxtico leitor, estou certo de que já tenha questionado: "mas afinal, de onde diabos sai tanta besteira?" Bem, de onde sai o odois.org não podemos contar (não nesse horário (retorne após 0h)), mas podemos contar onde guardamos tudo isso! Todas as fotos e histórias são registradas em e-papyrus, um tipo de pergaminho e-gípcio, que são enviados por correio até Blumenau para então serem guardados cuidadosamente na caixinha da Grace. Agora, se guardar já é uma e-popéia, hiperlínkico leitor, imagine o trabalho que ela tem para abrir a caixinha e ficar mostrando tudo isso para cada visitante do site...

Encurtando uma longa história (uns 12km de história), desencontramo-nos e acabamos por atravessar Blumenau atrás de um camping - mas do camping errado, desativado há anos! Depois de muita confusão acabamos escoltados pela Grace, sua mãe (muito simpática - ainda acreditamos que foi sem querer que ela tentou nos fazer passar direto pela cidade) e seu pai (que na ocasião foi nomeado advogado oficial do o², o Dr. Athayde - se eu fosse você reservava, ah, reservava!). Agraceados pela boa companhia, boa comida e boa conversa, acabamos por nos recolher depois da 1h da manhã debaixo de muitas risadas.

Artigo 2º, parágrafo 0², travessão: O excelentíssimo (mas, olhe, excelente mesmo!) advogado do o² é figura digna de nota exclusiva. Divertidíssimo, Dr. Athaíde é reconhecido como o maior exterminador brasileiro de teleatendentes e televendentes (profundo conhecedor das suas mães que, segundo ele mesmo, gostavam - ah, gostavam!). O "velho mais engraçado do Brasil", como é chamado respeitosa e carinhosamente por nós, é autor da singela, comovente e célebre frase "o o² é lindo!" (não, não foi Caetano e nem Gil). Se um dia tiver o privilégio de falar com ele, grave. Grave para não esquecer. Mas grave mesmo, porque, segundo ele, a sua mãe pedia pra gravar e gostava - ah, gostava!

Foto²s

Foto² 23
existem mais formas de se usar uma caramanhola do que prevê a nossa vã filosofia...

Foto² 24
ah. claro, esquecemos de dizer, esse é o john, ele é o dono da caramanhola no momento

Foto² 25
a prova de que o arce passou na prova de revisão de cabo traseiro

Foto² 26
nossos incríveis hospedantes, brindando com a garrafinha, né Sr. Krüger?

Foto² 27
vamos substituir o ciclista cansado pelo novo modelo 2.0

Foto² 28
não foi possível completar a mudança, idade mínima para pedalar: 3 anos

Foto² 29
essa é Jaraguá do Sul. pelo comércio local dá pra adivinhar de onde é a imigração?

Foto² 30
Jaraguá é quase mais difícil que São Bento do Sul para atravessar, lavamos-nós

Foto² 31
piada com as origens do thiago, especificamente no que concerne ao seu nome

Foto² 32
oh bando de ciclistas carregados, não estão vendo a placa?

Foto² 33
agora sim tá com uma cara bem típica

Foto² 34
oh loco, mais uma foto onde o lulis aparece? o que está acontecendo aqui?

Foto² 35
não importa, esse toma coscarque

Foto² 36
aha, o thiago tem uma câmera escondida para bater fotos do lulis

Foto² 37
e daí lulis, dá pra manter a grama de casa assim também?

Foto² 38
ok, só mais uma chance de adivinhar a principal corrente imigratória da cidade

Foto² 39
a diferença entre o cara que sabia que vinha a serra e o outro que não

Foto² 40
eita subida... acho que aqui o arce já perdeu um pouco da alegria juvenil

Foto² 41
perdeu nada, tá aí fazendo arte no portal de boomerode, a citatezinha mais alemoa

Foto² 42
o arce gostou mesmo daqui, como se saiu na entrevista para emprego no poomer posto?

Foto² 43
acho que não né? melhor continuar na bike. início do 2º dia diz a plaquinha!

Foto² 44
finalmente a estrada de terra, agora que começa a grande aventura, como diria o arce

Foto² 45
a primeira casa enxaimel. afinal, é enxaimel ou só de mentirinha?

Foto² 46
falando em mentirinha, essa subida é de verdade mesmo gente

Foto² 47
casas bem típicas da região - mesmo sem o enxaimel, mas com telhadinho para a neve

Foto² 48
cansaram crianças? que tal dar um parada pós-traumática?

Foto² 49
oh loco, fazendo comida no meio da estrada, o o² também muda hein

Foto² 50
não, o lulis não está voando, presta bem atenção

Foto² 51
pra toda subida sofrida... tem uma descida, que precede outra subida...

Foto² 52
o senhor também acha que sobe muuuuito?

Foto² 53
subir, sobe, mas tá ficando bem bonitinho aqui hein

Foto² 54
hum.. pela plantação de bananas, isso deve ser bem baixo hein

Foto² 55
eee.. finalmente chegamos ao final deste dia do circuito. à propósito, não acaba aqui pra nós!

Foto² 56
ah.. agora sim, blumenau: o², grace, mãe da grace, e o sr. mais engraçado do mundo

· essa expedição não acabou ·

Terminou a viagem por hoje?
Não deixe amanhã de lado: dia 3

Mauricio Sievers
[30/07/2010 16:10h]
Moleza essa pedalada amigos. Voces não são de nada. ...uns molengas mesmooooooo kkk abrAÇÃO
Alberto H. Molinari
[17/10/2012 16:10h]
Maaaaaassa demais! Não deem bola para o invejoso acima (huá huá). A sub-hospedagem que vocês buscaram é por que o circuito não oferece o que preste, por falta de grana ou uma vontade de demonstrar que é possível se divertir com poucos recursos?
o² expedição
[17/10/2012 21:47h]
Fala, Alberto! O circuito oferece todo tipo de acomodação, pra todos os gostos. Mas a nossa intenção sempre é essa: divertir-se-mo-nos com pouco! E se procurar bem no site vai ver nessa viagem só rolou acomodação de luxo =D Hábraços!
Alberto H. Molinari
[19/10/2012 18:33h]
Desatrelar as práticas esportivas do consumismo - perfeito! Então aproveito para perguntar: vocês buscam minimizar custos também nas bicicletas? Neste sentido, sugiro uma pergunta para o FAQ: "QUE BICICLETAS E EQUIPAMENTOS VOCÊS UTILIZAM?". Isso ajudaria a nós iniciantes.
o² expedição
[21/10/2012 11:13h]
Monástico Alberto, o equipamento é algo muito pessoal para generalizarmos mesmo entre nós componentes, mas procuramos um equilíbrio que permita um mínimo de segurança, saúde e conforto - sem exageros. Obrigado pela sugestão para o FAQ, estamos considerando com cuidado, pois não queremos induzir ninguém nem favorecer fabricantes (afinal, ninguém nos paga pra isso). E, acima tudo, queremos passar a idéia de que pedalar é possível com qualquer equipamento e um pouco de bom senso (ou não)! Grande hábraço!!!
Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2017 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0