O² Expedição

O Tucum

O Tucum é uma montanha de aproximadamente 1.720m de altitude localizada na Serra do Ibitiraquire, parte da serra do mar paranaense, em Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba. Embora a pouca fama não o torne tão visitado quanto o vizinho Pico do Paraná, reza a lenda que uma das melhores vistas da serra do mar é a que se tem a partir do Tucum. A trilha convencional passa pelas montanhas adjacentes: cerceia o Camacuã em meio à riquíssima mata atlântica e atravessa o topo descampado do Camapuã.

Acesso: Saia de Curitiba pela BR116, sentido São Paulo. Depois da entrada da estrada da graciosa (PR410), passe o Posto Rodoviário (passe devagar...) e siga cerca de 4km até avistar o primeiro posto de combustível (Posto Túlio). Logo após (logo mesmo, fique atento!) tem uma estradinha de terra à direita, de difícil identificação (vide foto 2). Siga a estrada pela via principal até chegar uma porteira que tem uma placa indicando os valores (módicos) cobrados pela visitação e estacionamento. Abra o portão, passe, feche o portão e siga (básico, mas tem gente que esquece). A estrada termina na fazenda conhecida pelos montanhistas como fazenda da bolinha, fim do caminho para a bikes e carros. Resta se informar e começar a caminhar.

x0
Saída12/02/2006 07:30hCuritiba - Tarumã
Chegada12/02/2006 18:40hCuritiba - Tarumã
CustoR$ 0.00Composdu lulis thiago
Pedalada102.2 km5h 26'18.8 km/h
Caminhada8.0 km4h 00'2.0 km/h
Total110.2 km9h 26'11.7 km/h
ItinerárioCuritiba - BR116 - Quatro Barras - Fazenda da Bolinha - BR116 - Curitiba

Tucum

Subir uma montanha é, indiscutivelmente, algo especial. Enxergar longe, até não mais poder definir o que é chão e o que é céu, e deixar que o a natureza da montanha renove nosso ânimos ou nossas vidas. Talvez esse fascínio humano pela montanha esteja vinculado a raízes muito antigas, tão místicas quanto os Deuses gregos do monte Olimpo, tão proféticas quanto Jesus no monte das Oliveiras ou, ainda, tão simples quanto a lembrança infantil de galgar orgulhoso o monte de areia da contrução da casa ao lado. Seja como for, montanhas são lugares mágicos, místicos, poderosos e - principalmente! - altos. Se não for alto é montinho.

Sim, sim, nós procuramos o alto da serra do mar para tentar ver até não poder mais ver. Nós bem tentamos, mas o Tucum não quis se abrir conosco... O tempo não ajudou, subimos a montanha no meio da chuva e do frio, sem enxergar nada ao longe - e nem mesmo por perto....

Tudo bem, ao menos o caminho rendeu uma boa pedalada na lama. A maravilhosa vista fica pra próxima. Agora resta esquecer o montinho de areia e voltar pra casa injuriado - afinal, já está na hora de tomar banho, menino!

texto por Du e Lulis.

Expedição publicada em 09/08/2006

Arquivo GPX Arquivo KML Mapa Dinâmico
Caro leitor, tenha cautela ao utilizar as georreferências, você é o único responsável pelo uso que faz das informações disponibilizadas pelo odois.org. Saiba mais.
Georreferências

Foto²s

Foto² 1
thi ficando atoladinho, thi ficando atoladinho!

Foto² 2
entrada quase invisível da estrada de terra, à direita do caminhão

Foto² 3
o tempo tá abrindo, tá abrindo, vai ficar bom, eu sei...

Foto² 4
definitivamente, essa não é a marechal deodoro

Foto² 5
estrada com paisagem de cinema e relevo de montanha

Foto² 6
fim de linha, recepção canina na última porteira

Foto² 7
nosso anfitrião recém acordado, remelento ainda

Foto² 8
esse é o começo da trilha. conservada. a mata, claro.

Foto² 9
travessia! aproveitem a água, o sol vai fritar lá em cima!

Foto² 10
tente presumir o tamanho do tronco e erre: é ainda maior!

Foto² 11
não era bem assim que deverira ser o "perder de vista"...

Foto² 12
opa, descendo o camapuã, tucum aí vamos nós!

Foto² 13
no cume do tucum (aquilo embaçado é o du) (eu acho)

Foto² 14
voltando ao camacuã, num pequeno lapso da nuvem

Foto² 15
exaustos sujos molhados e desmontanhados, mas felizes

Caro leitor, sinta-se livre para comentar sobre esta expedição! Embora o O² não se responsabilize pelo conteúdo dos comentários (vide nossa política de uso), perceba que aqueles julgados inadequados serão enviados ao limbo eterno. Sem volta. Nem pedalando.

o² expedição · cicloturismo | 2003 · 2017 | curitiba · brasil | permitida reprodução desde que citada explicitamente a fonte: odois.org | política de uso | webdesign por lulis

firefox chrome opera ie 8+ CC-BY-4.0